MARAS E MORAY

Boa tarde amigos da TRILOGIA INCA, hoje vamos falar de outro local emblemático perto de CUSCO, que demonstram a grandeza do passado e a herança de uma civilização ao mundo moderno: MARAS E MORAY.

maras1alma10

MARAS E MORAY

Estas duas localidades encontram-se na região do altiplam de Chinchero, Província de CUSCO.

1.- MORAY =  foi um laboratório INCA para a  adaptação de  espécies agrícolas àquela zona do VALE SAGRADO. 

alma15

À primeira vista MORAY mais parece uma pista de pouso para discos voadores, mas na realidade era um centro de experimentação agrícola para os INCAS, mas não era simplesmente uma plantação em níveis, pois o que surpreende até hoje é a engenharia desta construção, oriunda de uma civilização pré-colombiana.

alma9alma8

O formato em terraças ou degraus foi pensado para minimizar a erosão no solo, além de criar microclimas em cada plano, tornando-se um verdadeiro laboratório a céu aberto nas montanhas. Desta forma os INCAS sabiam qual era a temperatura ideal para cultivar cada espécie de milho, batata, entre outras culturas, na engenhosa MORAY.

alma12

Esta tecnologia de ponta, demonstra a grande sabedoria de um povo, que aproveitando a geografia da região, criou terraças para gerar microclimas perfeitos para o cultivo de suas espécies, provendo, assim, a qualidade e riqueza da reserva alimentar do Império INCA.

alma4alma2

2.- MARAS = são conhecidas como as “Salineiras dos INCAS”. Essas altíssimas salinas andinas eram utilizadas pelos INCAS para a extração de sal, que brota das montanhas através de uma vertente de água salgada, a mais de 3.000 metros de altitude, percorrendo uma paisagem de rara beleza.

alma6

MARAS é um pequeno povoado à oeste de CUSCO, onde ficam as Salineiras ou Minas de Sal. São 3.000 lagoas de 5 m2 cada uma, com produção de 200 kg cada uma, o que perfaz um total de 6 toneladas/mês de sal.

alma14

O processo de retirada de sal é simples: as lagoas são abastecidas com água salgada que vem de uma nascente próxima, na montanha, e quando a água da lagoa evapora, fica somente o sal, que é batido e ficando granulado. Este sal é ensacado e vendido, sendo acrescentado posteriormente o iodo.

alma3

Nas Salineiras de MARAS, que fica a 3.380 metros acima do do nível do mar e está a 7 km de MORAY, trabalham mais de 300 famílias.

Na extração do sal, existem 3 fases: a primeira retirada é a que recolhe o sal mais puro, branco e para fins gastronômicos especiais: a segunda retirada é a que recolhe o sal de cor bege, com qualidade um pouco inferior, mas ainda servindo para fins gastronômicos; a terceira retirada recolhe um sal marrom, para uso na pecuária e outras finalidades, pois não é comestível.

alma7alma5

Bem amigos da TRILOGIA INCA, estes dois sítios arqueológicos e místicos fazem parte do nosso roteiro e posso assegurar, por já ter estado nos dois lugares, é um momento de conexão e deslumbramento vivenciar o que os INCAS sabiamente nos legaram! Vamos?.

alma1alma6

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s