CAVALEIROS TEMPLÁRIOS

Boa tarde amigos da TRILOGIA INCA, hoje vamos voltar ao tempo das Cruzadas e falar de uma Ordem de CAVALEIROS, que ainda hoje é motivo de especulações por estar sempre envolta em mistério: os CAVALEIROS TEMPLÁRIOS.

a==6

CAVALEIROS TEMPLÁRIOS

Foram uma poderosa Ordem de Monges Guerreiros, fundada em Jerusalém em 1118 d.C., com o objetivo principal de dar proteção ao viajante Cristão que pretendia peregrinar à Terra Santa.

a==2

Duas décadas depois das Cruzadas Européias terem conquistado a cidade e masssacrado os seus habitantes muçulmados, um CAVALEIRO francês chamado Hugues de Payens e oito de seus companheiros ofereceram seus serviços ao Rei Cristão Balduíno II de Jerusalém e juraram defender a cidade contra todo e  qualquer inimigo.

a==3

Como quartel-general da Ordem, o Rei ofereceu uma ala da Mesquita Al Aqsa, um palácio supostamente construído sobre as ruínas do Templo do Rei Salomão. A partir dessa associação os TEMPLÁRIOS se tornaram conhecidos como Os Pobres CAVALEIROS de CRISTO e do Templo do Rei Salomão.

a==9

Os TEMPLÁRIOS receberam a sanção oficial da Igreja no Concílio de Troyes, em 1128 d.C., e as suas regras de conduta foram estabelecidas pelo seu patrono, o Abade Francês St. Bernard de Clairvaux.  

a==15

Hugues de Payens tornou-se, então o Primeiro Grão-Mestre da Ordem, visitando a Inglaterra em 1128  d. C., para angariar dinheiro e recrutas para os TEMPLÁRIOS, começando assim a grande história dos CAVALEIROS TEMPLÁRIOS Ingleses. Em 1130 d.C., Payens regressou à Palestina chefiando 300 CAVALEIROS TEMPLÁRIOS.

a==21

Nos dois séculos que se seguiram os TEMPLÁRIOS tornaram-se uma das organizações mais poderosas do mundo medieval. Seus guerreiros que usavam sobre suas armaduras mantos brancos, embelezados com uma Cruz Vermelha, ganharam reputação pela sua destreza com o manejo das armas, sua invencibilidade em combate, sua disciplina e tenacidade. A rígida organização não pagava resgate por soldado preso em combate, e o soldado considerado covarde teria que despir seu manto e comer no chão como os cachorros, durante 1 ano.

a==4

Segundo a Edição de 1911 da Enciclopédia Católica, aproximadamente mais de 20.000 CAVALEIROS TEMPLÁRIOS deram suas vidas em batalhas contra as forças muçulmanas ao longo do tempo em que a Ordem existiu.

a==14

Para ser admitido como CAVALEIRO TEMPLÁRIO, o jovem candidato teria de ser nobre de nascença, fazer voto de castidade, pobreza, piedade e obediência, além de abdicar de todos os seus bens materiais, entregando toda a sua riqueza à Ordem. Como soldados, os CAVALEIROS TEMPLÁRIOS, juravam nunca render-se ao inimigo, pois uma morte gloriosa no campo de batalha, lutando por DEUS,  contra as forças do Mal, assegurava que o CAVALEIRO ascenderia imediatamente  ao CÉU. Por tudo isso, eram soldados implacáveis,  temidos em combate pelos inimigos.

a==7

Os CAVALEIROS TEMPLÁRIOS em pouco tempo conseguiram o apoio da Santa Sé e das Monarquias da Europa. No final do Século XII, os TEMPLÁRIOS Ingleses  construíram seu quartel-general em Londres conhecido como Temple Church, ou Igreja Redonda, baseado na Igreja do Santo Sepulcro.

a==10

No ano de 1200 d.C., o Papa Inocêncio III emitiu uma Bula Papal em que declarava que todas as pessoas e bens no interior das casas dos CAVALEIROS TEMPLÁRIOS estavam imunes às leis locais. Como estavam isentos de impostos a partir desta declaração, acumularam muitas riquezas, e com isso, sustentaram por muito tempo as Guerras Santas até que em 1291 d.C., foram aniquilados pelas forças numericamente superiores do Islã.

a==12

Com essa derrota na Terra Santa, que pôs fim ao domínio Cristão, as pessoas na Europa começaram a duvidar se seria vontade de DEUS a existência e as lutas dos CAVALEIROS TEMPLÁRIOS. A riqueza e a isenção de impostos que a Ordem gozava, lhe trouxe grandes inimigos, o que acarretou na sua perdição.

Em Outubro de 1307 d.C., o Rei de França Felipe IV – o Justo, mandou prender simultaneamente todos os CAVALEIROS TEMPLÁRIOS que conseguiu encontrar no país, confiscando suas propriedades e bense acusando os membros da Ordem de uma gama de crimes que iam desde heresia até cuspir na Cruz.

a==18

Muitos CAVALEIROS TEMPLÁRIOS  foram presos e torturados, confessando crimes não cometidos pelo sofrimento imposto e, depois desta confissão arrancada à força, foram executados. Em 1314 d.C., os líderes TEMPLÁRIOS que restavam, como o Grão-Mestre Jacques de Molay, foram queimados vivos em frente à Catedral Nôtre Dame de Paris.

a==5

A conhecida Professia feita por Jacques de Molay, na qual o Rei Felipe IV e o Papa Clemente V morreriam no período de 1 ano, realmente ocorreu. Com a morte do Grão-Mestre dos CAVALEIROS TEMPLÁRIOS, encerrou-se o período de 200 anos de sua complexa existência, como conta a história formal.

a==19a==17

Alguns monarcas Europeus, não ficaram convencidos da culpa atribuída pelos franceses aos CAVALEIROS TEMPLÁRIOS. Muitos dos que foram presos na  Inglaterra foram julgados inocentes. Alguns fugiram para a Escócia e existe forte suposição de que lá teriam fundado a Maçonaria Escocesa. Alguns investigadores acreditam que os Maçons do final do Século XVII, eram os CAVALEIROS TEMPLÁRIOS com outro nome.

a==20

Existem algumas explicações para os famosos tesouros dos TEMPLÁRIOS, pois como a Ordem ocupou o Monte do Templo do Rei Salomão, em Jerusalém  durante um longo tempo, teriam os CAVALEIROS descoberto em escavações o SANTO GRAAL, ARCA DA ALIANÇA, e inclusive fragmentos da verdadeira CRUZ de CRISTO. Teriam então os CAVALEIROS TEMPLÁRIOS levado o SANTO GRAAL para a Escócia, e o teriam enterrado sob a Capela de Rosslyn, uma Igreja do Século XV, na Aldeia de Roslin, em Midlothian.

a==8

São muitos os indícios de que os TEMPLÁRIOS tiveram contato com algo muito secreto e de grande valor, talvez representado pelo SANTO GRAAL, seja como elementos da Última Ceia ou o registro de descendência do matrimônio entre  JESUS e Maria Madalena.

a==11

O que se pode realmente afirmar, é que os CAVALEIROS TEMPLÁRIOS exercem um fascínio tão poderoso sobre a imaginação popular que haverá sempre quem questione se os vestígios de sua existência e explendor seriam somente o que teria restado dessa famosa Ordem.

a==13

Bem amigos da TRILOGIA INCA, eu pessoalmente tenho certeza de que muito mais existe da herança dos CAVALEIROS TEMPLÁRIOS, e que sua existência hoje é muito mais forte do que outrora, mesmo que tenham sido necessários alguns ajustes para preservar sua sobrevivência, legados e sabedoria.

a==16a==1

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s