A SERPENTE

Bom dia amigos da TRILOGIA INCA, é com imenso prazer que volto a escrever para vocês! Hoje vamos abordar um tema encantador, cujo significado muito tem sido investigado, nas diversas culturas em que sua imagem é cultuada: A SERPENTE!

ab9

Em seu livro GUIA PRÁTICO DO XAMANISMO, Namua Rahesha, aborda de forma apaixonante o mito SERPENTE, assim escrevendo: “Eu sou a SERPENTE. A SERPENTE dos seus mitos e dos seus sonhos, do seu ser e dos seus desejos. Temida e desejada. CONHEÇA-ME!”

ab1

Para que seja possível mergulhar nas profundezas mais sombrias da vida, ou nas busca dos píncaros da alma, é mister saber que é sempre a SERPENTE que torna isso possível!

Pode ser dito que a SERPENTE é a tentação, a sedução de todos os mitos. Por meio da abertura da mulher, das entranhas do homem, a SERPENTE é capaz de conduzir o ser humano da luz para a escuridão, do espírito para a matéria.

ab23

A mensagem da SERPENTE é clara para que o indivíduo não se deixe iludir em sua natureza humana, que é sempre dupla. Sendo o  homem um ser de dois mundos, é por intermédio da SERPENTE, que ocorre a transformação desta dualidade em unicidade.

A forma da SERPENTE DE MITGARD, aquela representação de uma SERPENTE que engole a própria cauda, que se encontra a unicidade mantendo o mundo coeso, ou talvez este Círculo represente o Abraço da Vida.

ab12

É possível através do ser humano, que sempre quer atingir algo mais distante e mais elevado, a SERPENTE se transformar na SERPENTE DO ARCO-ÍRIS, por meio da qual ele consegue atravessar todas as cores do espectro de sua humanidade, para chegar à fonte da totalidade, qual seja à Luz Branca, que brilha acima e na qual, o homem é apenas um aspecto.

ab10

SERPENTE também pode ser vista como uma árvore. A árvore onde estão presas as maiores aspirações do ser humano. A morte e a vida são apenas duas faces de uma mesma moeda, pois é preciso nascer para poder morrer e morrer para poder nascer.

ab20

A caminhada do indivíduo pode ser entendida da seguinte forma: ele caiu da luz para a escuridão e agora está fazendo o percurso de volta à luz. O ser humano também é uma criatura do Arco-Íris, cada cor existe como filha da luz e da escuridão. Tudo existe dentro do homem.

Na simbologia eterna da SERPENTE, o ser humano a teme porque ela lhe mostra sua verdadeira natureza. É imperativo que ele enfrente a SERPENTE, e para tal, é imprescindível que ele conheça dos os Sete Níveis do seu ser. Quando conhecer os seus níveis como se conhece, o ser humano jamais terá medo de coisa alguma.

ab4

O que é a SERPENTE, COBRA ou a ÁRVORE DA VIDA? Ela aparece em inúmeros Mitos e Lendas de culturas tão distantes quanto a dos Aborígenes Australianos, dos Judeus, dos Escandinavos do gelado Norte Europeu, dos Índios Americanos e também nas tradições Védicas da Ásia. A única coisa que estas culturas têm em comum é a HUMANIDADE!

ab24

Todas estas culturas, de todas as partes do mundo foram criadas por seres humanos e pela necessidade visceral que tinham de compreender e de conviver consigo mesmos, com outros seres humanos e com o mundo que os cercava!

A busca era sempre a harmonia e a compreensão, que era a meta Espiritual de todas as culturas, sempre com o grande risco de um deslizamento para o domínio e a exploração em nome do Sagrado. Os pioneiros Espirituais, na Ancestralidade, traçaram muitos mapas que deixaram como legado, eis que podiam perceber coisas de forma diferente da que hoje os seres humanos percebem. Assim pode ser explicada as freqüentes semelhanças  entre a Simbologia Sagrada e os Rituais de diferentes Crenças Espirituais.

Neste livro que aborda uma Caminhada XAMÂNICA de Conhecimento, Namua Rahesha aponta a SERPENTE como o primeiro e o mais importante Símbolo, pois ela é um Mapa a nortear o conhecimento que o indivíduo precisa ter de si mesmo. Indiferente de quais forem a formação cultural, as crenças religiosas ou a herança genética do ser humano, todos compartilham de um mesmo Padrão Espiritual Básico.

ab2

Pode ser explicado também, que os corpos físicos dos indivíduos se enquadram no mesmo tipo de Padrão Básico, pois apesar de cada ser humano ser inteiramente único, espiritualmente também existe um “esquema” básico com o qual todos os homens se identificam. Com este tipo de compreensão, pode ser acrescentado todos os detalhes pessoais de cada um, a este Padrão Básico!

ab13

Finalizando este relato sobre a SERPENTE, pode ser explicado que este tema traz no seu âmago a finalidade de auto-conhecimento, sendo possível empreender uma caminhada através dos Sete Seguimentos da SERPENTE, que oportunamente traremos aqui, na TRILOGIA INCA.

Os Sete Níveis Energéticos, que podem também ser representados pelos SETE SEGMENTOS DA SERPENTE são: Nível Mineral, Nível Vegetal, Nível Animal, Nível Humano ou da Mente, Nível Espiritual e a Totalidade de Todas as Coisas = DEUS, Céu, Nirvana, Ser Universal, Consciência Cósmica, etc… 

Bem amigos da TRILOGIA INCA, como sempre eu dou o  meu depoimento sobre o tema que posto e neste caso, não será diferente. Eu tenho este livro A SERPENTE E O CÍRCULO, de Namua Rahesha, como meu livre de cabeceira, meu guia de viagens XAMÂNICAS, e posso afirmar que é maravilhoso! Este processo de conhecimento através da SERPENTE, que é muito íntima no meu trabalho como Terapeuta Holística, é indizível em termos de crescimento Espiritual.

Volto a enfatizar que em 2019 estamos com uma página de Atendimentos Holísticos, que incluem o REIKI III e a CROMOTERAPIA, a distância. Nos procurem!

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s