DEUSINHA E O RONCADOR

Boa tarde amigos da TRILOGIA INCA, estamos de volta após um curto período de férias, hoje abordando um tema bem complexo e discutido até no Programa Fantástico: a VESTAL DEUSINHA DA SERRA DO RONCADOR.

a#21

 

DEUSINHA -VESTAL DO RONCADOR

É conhecida como a “VESTAL DO RONCADOR” por suas faculdades extra-sensoriais e pela missão recebida aos 17 anos, de seu Instrutor-Mestre SEPTENEFILLE. Nasceu no Pantanal do Mato Grosso, residindo na cidade de Barra do Garças/MT.

a#6

Com sua paranormalidade, DEUSINHA ajuda as pessoas pela leitura da AURA, através dos registros AKÁSHICOS, onde as questões físicas e metafísicas são encontradas, alcançando à muitos a solução tão esperada.

a#7

No SANTUÁRIO MÍSTICO E ECOLÓGICO DO RONCADOR, local escolhido pelos MESTRES DA GRANDE FRATERNIDADE BRANCA para manifestações energéticas, e que fica situado dentro de uma gande caverna na SERRA DO RONCADOR, entre os paralelos 14 e 15, existe uma ligação com MACHU PICCHU, através da “grande estrada”, e é o local determinado para o reencontro dos FILHOS DO SOL.

a#2

Os MESTRES DA GRANDE FRATERNIDADE BRANCA que orientam o trabalho no  RONCADOR são: SANAT KUMARA, SAINT-GERMAIN, SEPTENEFILLE SAMAEL AUM WEOR.  A guardiã do SANTUÁRIO é denominada VESTAL DO RONCADOR e representante dos MESTRES DA REGIÃO.

A palavra VESTAL vem de VESTA – DEUSA DO FOGO, neste caso por sua origem ancestral no Império INCA.  No Mosteiro especial de MACHU PICCHU, jovens escolhidas para despertar a energia sexual – a energia divina no homem – eram denominadas VESTAIS. O mesmo ocorreu no Império Romano e em outros, onde as VESTAIS eram reponsáveis pela guarda do Fogo Sagrado. 

a#

À luz do ESOTERISMO, o fogo é a elevação da energia KUNDALINI.

Nos meses de Setembro, DEUSINHA preside, junto ao seu GUARDIÃO e Discípulos do RONCADOR, um Ritual Devocional em Comemoração ao Ano Novo INCA, na Grande Gruta Iniciática, ou seja, no SANTUÁRIO MÍSTICO E ECOLÓGICO DO RONCADOR.

a#18

DEUSINHA, por mais de 20 anos realizou o trabalho de iniciação dos Sete Primeiros Discípulos do RONCADOR, o que está amplamente narrado no Livro “Minha Vida com uma VESTAL”, de autoria de seu companheiro Armando Luvison. O Livro contra a história de Almas Gêmeas que se encontraram para cumprir a importante missão de reunir “Os Filhos do Sol”.

a#15

Ritual de Abertura do PORTAL DO RONCADOR aconteceu em 2002, onde participaram Monges Budistas e Xintoístas vindos do Japão especialmente para o evento e estabeleceram através de ritual próprio, uma conexão energética entre o Oriente e o Ocidente.

A proposta do RONCADOR é o trabalho de evolução espiritual, o desenvolvimento da dualidade física e metafísica através dos ensinamentos Místicos, das Leis Naturais, que levarão o homem a compreender sua origem sagrada.

a#17

MMIR – MOVIMENTO MÍSTICO E INICIÁTICO NO RONCADOR

É um movimento que anuncia uma nova época de ouro, de  melhores dias para o mundo e que vem preparar buscadores sinceros para essa nova era que se caracterizará por homens e mulheres com mais saber, mais poder e com um estado de consciência mais elevado. O local mais adequado para o berço deste movimento, segundo o MMIR, é o SANTUÁRIO MÍSTICO E ECOLÓGICO DO RONCADOR, que serve como um Espaço Holístico para a comunidade, não se atendo a credos ou religiões.

a#12

EIRs – ESCOLAS INICIÁTICAS DO RONCADOR

Como Escolas Gnósticas, fornecem as chaves para a auto-transformação ou auto-realização íntima do Ser, isto é, da Divindade que habita em cada ser humano. Se organizam em 3 níveis, ou câmaras, onde o conhecimeno é passado: 1ª Câmara = conhecimento de forma exotérica;  2ª Câmara = conhecimento de forma mesotérica; 3ª Câmara = conhecimento de forma esotérica. Com a plenitude destes conhecimentos o indivíduo poderá novamente adentrar às dimensões superiores , saindo da 3ª dimensão, e participar da futura raça, com a restauração dos poderes mágicos do Homem e da Mulher.

a#5

GNOSE NO RONCADOR

Como GNOSE significa conhecimento Superior, Interno, Espiritual e Iniciatico, é natural que as Escolas Iniciáticas no RONCADOR sejam GNÓSTICAS, pois a autotransformação corresponde à criação de corpos ou veículos internos  para a Expressão da Divindade do ser humano, através da energia criadora, ou seja, da energia sexual. Somente escolas que seguem a GNOSE passam esses conhecimentos básicos, que levam ao aprofundamento nos mistérios do RONCADOR.

a#19

A região da SERRA DO RONCADOR , por suas características geológicas (e por ter sido fundo do mar), torna-se um Portal Energético favorável aos MESTRES DA LOJA BRANCA, que derramam suas bênçãos aos que adentram às práticas da 3ª Câmara, em busca da autotransformação.

a#10

É um movimento oportuno por estar a humanidade em fim de ciclos siderais que normalmente coincidem com as crises do Planeta Terra, tanto no nível físico (geológico e atmosférico), como no nível psicológico dos indivíduos que nele habitam.

O SAGRADO FEMININO

Desde as mais remotas eras vemos o  o tratamento despido de sabedoria dado ao impulso erótico, e a visão totalmente equivocada do papel da mulher no processo de ascensão espiritual. A proposta da GNOSE no RONCADOR é de resgatar o SAGRADO FEMININO,  dando à mulher condições para que volte a exercer sua condição de Sacerdotiza. A arte da Alquimia só terá condições de aflorar quando a VESTAL que habita dentro de cada mulher desabrochar sua ternura que encanta e acende o Fogo maravilhoso do Amor.

a#4

A VIBRAÇÃO DE CURA

Nos Rituais de VIBRAÇÃO DE CURA podem ocorrer experiências únicas de emoções de alta frequência, de Espiritualidade elevada e transcedência Mística, em prol do auxílio e serviço fraternal ao próximo. Os sons de Mantras e o desenrolar dos Rituais criam uma corrente de Ternura e Amor entre os presententes, dentro de um ambiente preparado durante milhares de anos pela Inteligência Cósmica. Dentro da GRUTA DO SANTUÁRIO,  essa ressonância sintoniza com Energias Telúricas Ectoplasmáticas que influenciam diretamente o corpo metafísico dos presentes, estimulando a recuperação da harmonia energética e, por via de consequência, a revitalização e harmonização da saúde do corpo físico.

a#13

Encerrando esta publicação sobre o RONCADOR e a VESTAL DEUSINHA, é próprio acrescentar uma belíssima colocação sobre GNOSIS que encontramos no Google.

MISTÉRIOS GNÓSTICOS – GNOSIS = CONHECIMENTO

“O nosso objetivo é aprender como se efetua a regeneração interna e física através dos quatro pilares da GNOSIS: Arte, Ciência, Filosofia e Misticismo. O conhecimento nasceu com a própria criação, portanto não estamos inventando doutrinas oportunistas de tipo personalista. Os Mistérios foram praticados desde os antigos ESSENIOS, dentre outros. Praticou-se GNOSIS nos Mistérios ASTECAS, MAYAS, INCAS, PERSAS, MITRÍACOS, ROMANOS, EGÍPCIOS, INDUS e também pelos DRUIDAS CAMBIRES. Devemos estudar a síntese de todas as escolas, seitas e religiões  que buscam o caminho do Saber Eterno, observam a Tolerância e respeitam a todas as Religiões pois as mesmas são pérolas engastadas no fio de ouro da Divindade. Positivismo estuda o homem como um mecanismo que se move porque tem vida. O Espiritualismo o estuda como um ser que tem uma finalidade e um significado no mundo Superior Invisível.”

a#11

Bem amigos da TRILOGIA INCA, como sempre eu gosto de dar meu testemunho,  quando possível nos assuntos trazidos e, neste caso posso falar com conhecimento de causa, pois conheci DEUSINHA, fiz um Seminário com ela em Belo Horizonte/MG, juntamente com todos os Discípulos da Mestra de REIKI Maria Aparecida Pitchou. Depois ela me atendeu em particular e eu comprei seu Livro citado nesta publicação. É uma pessoa encantadora, um ser humano de muita Luz e Energia, com uma Missão muito grandiosa.

a#14a#3

 

 

 

 

 

 

Anúncios

CONSTELAÇÃO FAMILIAR

Boa tarde amigos da TRILOGIA INCA, é com muito prazer que volto a falar com voces neste lindo ano que se inicia! Que todos tenham podido desfrutar de um Natal maravilhoso e um Ano Novo cheio de Fé, Energia e Realizações!

Hoje vamos falar de um tema muito atual e perene, se olharmos pelo ângulo energético e kármico: CONSTELAÇÃO FAMILIAR!

aaa5aaa2

CONSTELAÇÃO FAMILIAR

“SEM ORDEM O AMOR NÃO FLUI.”

aaa25

CONSTELAÇÃO FAMILIAR ou CONCEPÇÃO DAS ORDENS DO AMOR foi desenvolvida pelo alemão, ex-seminarista, filósofo, teólogo e pedagogo Bert Hellinger.

aaa15aaa16

Este homem ímpar, além de conhecedor de vários modelos de terapias, como a Psicoterapia de Grupo, Psicanálise, Hipnoterapia, Terapia Primal, Análise Transacional e PNL, através de estudos minuciosos, chegou a coclusão de que nos Sistemas Familiares existem “Ordens do Amor” e que ao serem desrespeitadas, geram conseqüências nas pessoas e nos seus descendentes.

aaa26

Segundo Hellinger, cada vez que um direito vital é negado através de uma exclusão, humilhação, injustiça ou eventos graves, que podem ser catástrofes; rupturas entre membros da família; mortes prematuras,; abusos; doenças insuperáveis; etc …, estes fatos ficam registrados no Livro de Contas da Família, e um descendente, por lealdade à Ordem do Amor do Clã Familiar, mesmo sem consciência dos fatos passados, resolverá a questão deixada em suspenso por seu antepassado.

aaa23

Quando é feita uma CONSTELAÇÃO, uma questão precisa ser elaborada para que o indivíduo possa perceber o que emerge, o que precisa ser revelado. Toda a vez que uma CONSTELAÇÃO é feita, o movimento de mudança começa.

aaa11aaa20

Sistema Familiar de Origem ou Atual é representado por participantes convidados ou por bonecos, o que proporciona um campo para olhar a causa daquilo que atua no foco do  problema da pessoa, através da técnica da CONSTELAÇÃO SISTÊMICA FAMILIAR.

Todos que participam do campo são beneficiados, uma vez que todos vivem histórias com momentos em comum, e é por isso que a CONSTELAÇÃO tem Poder Coletivo, Poder Sistêmico.

aaa9

TIPOS DE MANIFESTAÇÕES DAS QUESTÕES SISTÊMICAS

– Doenças em vários integrantes da família, sem causa definida.

– Tragédias que se repetem através de gerações.

– Depressão; desejo de morrer ou medo constante da morte.

-Conflitos entre pais.

– Conflitos entre irmãos.

-Abortos naturais ou induzidos.

– Mortes precoces de crianças.

– Suicídio na família.

– Homicídios.

-Problemas financeiros que se repetem entre gerações.

aaa17

Observando as relações afetivas dentro dos Sistemas Familiares, Hellinger constatou que o comportamento humano é regido por três Leis Naturais, que são também chamadas “Três Leis do Amor”:

1.- Lei da Hirarquia (estabelecida pela ordem de chegada).

2.- Lei do Pertencimento (estabelecido pelo vínculo).

3.- Lei do Equilíbrio (estabelecido pelo dar e receber).

aaa4aaa3

Quando essas Leis são violadas surgem compensações, que se manifestam como depressões, doenças, problemas de relacionamento, dificuldades financeiras. Questões que podem ser representadas através das CONSTELAÇÕES e deixam claro para o cliente, para onde ele está olhando, quem ele está honrando.

aaa14

QUEM PODE CONSTELAR?

Todas as pessoas, inclusive gestantes, idosos e crianças.

O indivíduo que sente o chamado de CONSTELAR, desperta a voz interior que chama por um olhar de amor, em direção à sua própria linhagem familiar, na conquista do esclarecimento e da solução das dificuldades que interferem com sua própria caminhada.

aaa10

ATUAÇÃO E BENEFÍCIO DA CONSTELAÇÃO FAMILIAR

– Identificar as raízes e comprender os conflitos interiores que afetam os relacionamentos.

 Aceitar pai e mãe.

– Incluir os excluídos.

– Quebrar padrões repetitivos e negativos.

– Dar e receber com equilíbrio.

– Harmonizar o masculino e o feminino.

– Entender a origem das enfermidades físicas e como elas se relacionam com a nossa vida.

– Compreender as disfunções sexuais e de comportamento.

– Identificar porque os filhos não conseguem crescer e prosperar.

– Entender casos de indentificação excessiva com algum ente querido que já morreu / padrões comportamentais que se herdam.

aaa13

– Compreender:

Casos de traições, conflitos conjugais e relacionamentos afetivos interdependentes ou conflituosos.

Dificuldades financeiras / materiais / trabalho / heranças.

Dificuldade de adoção / relacionamentos com o adotado.

Dificuldade de encontrar seu lugar no mundo.

Desafio, escolhas.

Distúrbios psicológicos, orgânicos e contemporâneos (esquizofrenia, depressão, TOC, manias, pânico, distúrbios alimentares, dependências químicas, agressividade, medos).

aaa7

Para Bert Hellinger “somente quando estamos em sintonia com o nosso destino, com os nossos pais, com a nossa origem e tomamos nosso lugar, temos força!”

 Sistema Familiar do Indivíduo busca equilíbrio e o fluir do amor, da prosperidade, do respeito, do pertencer, da hierarquia. Se, de alguma forma, algum membro do sistema sai dessas estruturas, alguém da próxima geração busca compensar isso, mesmo que inconscientemente. Por isso a CONSTELAÇÃO FAMILIAR é um método de diagnóstico, um processo de reorganização e equilíbrio dentro dos Sistemas aos quais todo o ser humano pertence.

aaa18

Hoje as CONSTELAÇÕES FAMILIARES ou SISTÊMICAS olham inclusive para outras vidas. Este é um tema ainda muito polêmico, sem dúvida alguma, mas é preciso buscar no conteúdo e no trabalho de Bert Hellinger, a forma respeitosa e profunda com que ele apresenta as verdades que só os corajosos nesse processo de evolução podem usufruir!

aaa6aaa22

Bem amigos da TRILOGIA INCA, como sempre que posso ouso trazer um testemunho para o conteúdo da postagem, tenho a alcançar a vocês um experiência pessoal com a CONSTELAÇÃO FAMILIAR,  que em uma única sessão, me levou a descobrir uma identificação com a vida truncada e sofrida de minha bisavó materna, Rosalina, que viveu sem conseguir alcançar nenhum sonho profissional ou reconhecimento pessoal. Já fiz a desconexão naquela sessão,  e espero que em uma próxima CONSTELAÇÃO, eu consiga formatar outros processos involuntários e libertar-me de suas consequências!

aaa24aaa19

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CRIANÇAS E “AMIGOS IMAGINÁRIOS”

Boa tarde amigos da TRILOGIA INCA, hoje vamos mergulhar na infância que todos já tivemos e buscar a explicação para os “AMIGOS IMAGINÁRIOS”  que a grande maioria das crianças diz possuir, ver e falar!ac11ac1

AMIGOS IMAGINÁRIOS – FANTASIA OU ESPIRITUALIDADE

ac17

Uma publicação do Jornal americano USA Today em 21/12/2009, apontou que as crianças até 7 anos de idade evoluem com a ajuda de seus AMIGOS IMAGINÁRIOS, e que alguns dos companheiros mais úteis podem ser mesmo os IMAGINÁRIOS, segundo estudos divulgados pela Psicóloga da Universidade de Oregon/USA, Marjorie TaylorStephanie Carlson, na Revista “Developmental Psychology”.

ac6ac9

Psicologia do Desenvolvimento explica que até os 7 anos de idade a criança se encontra na fase mágica, da fantasia, sendo inclusive usada esta fase por alguns Terapeutas para auxiliar no controle dos esfíncteres, para vencer os medos, ganhar auto-estima e para ajudar a sentir-se cada vez mais segura e confiante.

ac21

Outro tópico abordado no estudo de Marjorie Taylor é o que se refere às reações dos pais ao se depararem com os AMIGOS IMAGINÁRIOS de seus filhos: há os que ficam entusiasmados, outros tentam até praticar “exorcismo” caseiro, para livrar os pequenos do suposto mal.

ac14

Já abordando o tema à luz do Espiritismo, é mister fazer a distinção entre a fase mágica e a mediunidade, sendo imprescindível que os pais ajam com naturalidade, para que não forcem sua criançaa um desenvolvimento precoce, nem esperem que através da mediunidade natural, inerente ao ser humano, seus filhos terão no futuro grandiosas missões.

ac12ac7

É importante que seja feita a distinção entre os mecanismos da  mediunidade,  e os processos obsessivos nas crianças, pois podem ser simplesmente obsessões ou problemas físicos, com necessidade de tratamentos específicos, dirigidos para cada caso.

ac18

Outro detalhe muito importante a ser esclarecido, é o fato de que a precocidade de desenvolvimento mediúnico em crianças pode levar a uma sobrecarga física em seus organismos delicados, aumentando também a carga de excitação em suas mentes, já tão férteis na infância.

ac2

Uma pergunta muito comum e intrigante: Os AMIGOS SUPOSTAMENTE IMAGINÁRIOS são fruto da imaginação infantil ou seres reais que os adultos não vêm mas que são vistos pelas crianças que com elas conversam e interagem, como fazem com os amigos encarnados?

ac16ac26

As codificações de Allan Kardec reportam a casos de mediunidade infantil, como o fato verificado em Caen, onde uma criança de 4 anos de idade realmente tinha visões espirituais, e não apenas AMIGOS IMAGINÁRIOS.

ac15

A explicação dada pelo Codificador é que a Mediunidade de Vidência não apenas aparece mas é muito comum nas crianças, o que segundo Kardec não deixa de ser providencial, e assim, traduziremos sua explicação:” Ao sair da vida espiritual, os Guias da criança acabam de a conduzir ao porto de desembarque para o mundo terreno, como vêm buscá-la em seu retorno. A elas se mostram nos primeiros tempos, para que não haja transição muito brusca; depois se apagam pouco a pouco, à medida que a criança cresce e pode agir em virtude de seu livre arbítrio.” (Cf. Revista Espíria de 1866, pp. 286 e 287).

Não há pois, segundo Allan Kardec do que se assustar, quando os pais virem seu filho conversando com AMIGOS IMAGINÁRIOS, que ele diz ver e que no entanto, não são vistos pelos genitores.

ac20

Até os 7 anos de idade o Espírito da criança se encontra em fase de adaptação para a nova existência, e ainda não existe uma integração perfeita entre ele e a matéria orgânica, fato este que lhe permite emancipar-se e, eventualmente, ver vultos desencarnados que lhe fazem companhia. Isto pode ser entendido que os AMIGOS IMAGINÁRIOS das crianças só o são na aparência, pois não são IMAGINÁRIOS, mas tão somente INVISÍVEIS!

ac24

Em Janeiro de 2007, a REvista ISTOÉ fez uma matéria de capa intitulada Mediunidade Infantil – Crianças que falam com Espíritos. Na reportagem pode ser entendida a visão científica destes fenômenos, como descreve a Psicanalista Ana Maria Sigal: “Há momentos em que a ilusão predomina e a criança transforma em real o que é apenas o seu desejo inconsciente. Ao brincar com um AMIGO IMAGINÁRIO, ela nega a solidão e cria um espaço no qual é dona e senhora. Já falar com parentes falecidos é uma forma de negar uma realidade dolorosa e se sentir onipotente, capaz de reverter a morte.”

ac23

 Esta não é uma opinião unânime na Medicina, pois é sabido que há médicos adeptos ao entendimento Espiritualista, tendo uma visão mais ampla e consequentemente cuidando do lado Espiritual do paciente.

Vários são os cuidados que os pais devem ter quando notarem a  mediunidade na criança, mas um dentre eles é primordial: não estimular a criança a desenvolver a mediunidade! O apoio familiar é vital para que a criança consiga superar esta primeira fase da infância e, para que na segunda fase (dos 8 aos 12 anos), possa ter o conhecimento doutrinário e esclarecedor, caso sejam os familiares frequentadores dos Centros Espíritas.

ac13

O correto é prestar a devida atenção nas mudanças de comportamento da criança, analisando se suas visões e conversas com os AMIGOS IMAGINÁRIOS são reais, ou fazem parte do mundo da fantasia, influenciadas por programas da mídia em geral, ou se são também demonstrações de carência de afeto ou atenção!

ac4

Bem amigos da TRILOGIA INCA, como sempre dou meu testemunho sobre as postagens. Minha irmã Maria Angélica tinha um AMIGO IMAGINÁRIO  que se chamava “Romo Solaci”, e que esteve com ela por alguns anos, dividindo a mesa, brincadeiras, passeios. Eu inclusive, algumas vezes “pisei nos seus dedinhos” ao subir a escada de minha casa, onde ela costumava sentar para bricar, e conversar com “ele”.

ac10

TRILOGIA INCA deseja a todos um FELIZ NATAL PRÓSPERO ANO NOVO, onde onde nos encontraremos novamente, com as Bênçãos de DEUS e de todos os nossos AMIGOS IMAGINÁRIOS!

ac25ac19

 

 

 

KUNDALINI TANTRA REIKI

Boa tarde amigos da TRIOGIA INCA, hoje vamos falar de ENERGIA! Aquela que move nosso ser como um todo, que é a força básica de todos o ser humano: a KUNDALINI.

ab12ab6

KUNDALINI TANTRA REIKI

O sistema KUNDALINI TANTRA REIKI é uma poderosa ferramenta de cura total, é uma forma de energização, de renascimento, um novo começo, que sendo compiado de diversas fontes FísicasEspirituais, possibilita prosperidade, saúde, felicidade, abundância e amor, para ser compartilhado  com  toda a humanidade.

ab14

Para a melhor compreensão do que significa KUNDALINI TANTRA REIKI, é necessário explicar o que quer dizer cada um, em separado.

TRILOGIA INCA já postou sobre REIKI e sobre os 7 CHAKRAS, em publicações que se encontram armazenadas no site, onde foi largamente abordado o assunto, sendo interessante que os amigos as leiam, para complementar esse trabalho de hoje.

ab13

REIKI – sistema natural de cura, aplicado no paciente através da impostação das mãos, para o alinhamento e harmonia dos CHAKRAS, unindo a Energia REI = UNIVERSAL +  Energia KI = HUMANA.

ab23

CHAKRAS –centros de Energia que representam os diversos aspectos do ser humano, que são: corpo físico, corpo emocional, corpo mental e corpo energético.

ab2

TANTRA – sendo a base do pensamento do antigo povo Indiano, tem sua origem intimamente ligada à  do Yoga. Seu fundamento principal  é a Energia Masculina =  Shiva, e a Energia Feminina = Shakti.  Está concentrado no desenvolvimento e despertar da KUNDALINI. São várias as Escolas de TANTRA,  mas ao contrário da grande maioria das Filosofias Espiritualistas, o corpo não significa um obstáculo ao desenvolvimento Espiritual, mas um caminho sagrado para o mesmo. Sua máxima pode ser defiinida como: somos todos um.  TANTRA  em Sanscrito  significa TEIA.

ab19ab22

Segundo o Mestre Zanon Melo, a KUNDALINI é tão poderosa que é considerada uma Deusa pelo Hinduísmo, e espera o ser humano aprender a amar de forma integral e incondicional a existência terrestre, para despertar. Quando isso ocorre, ela inunda o corpo e a mente do indivíduo, elevando-se pelos canais de Energias Sutis, liberando a mente para que possa expandir-se e usar todos os seus recursos.

ab18ab7

KUNDALINI TANTRA REIKI, ou KTR, indica a Teia da Vida, o emaranhado de ligações energéticas que faz com que todos os seres humanos sejam  UM.

O método KUNDALINI TANTRA REIKI inclui meditação, visualização e utilização de Símbolos Sagrados para invocar as forças curativas em uma freqüência vibrcional, cujos efeitos podem ser sentidos por algumns pacientes quase que imediatamente. Isto é o que explica a Mestra Lu Rodrigues.

ab4

Este método, que busca a aplenitude do prazer, o paraíso, para que o indivíduo o leve dentro de si para onde for, e que lhe é alcançado pela Teia da Vida, é a elevação do amor aos planos mais altos, até o seu transbordamento. Este transbordamento vai desde o CHAKRA DE GEA = MÃE TERRA, até os CHAKRAS situados acima do CORONÁRIO. Esse movimento Energético  permite uma limpeza dos caminhos do indivíduo, para as mais altas frequências vibracionais.

ab10ab21

Há que se levar em mente que todas as Energias Vibracionais de Luz vêm da mesma fonte, o que difere é a forma da pessoa conectar-se com ela, e isso a torna única. A identificação com o método KUNDALINI TANTRA REIKI, vai demonstrar que há uma forte identificação do Espírito  do  indivíduo com  este método.

ab16ab15

No Sistema KTR – KUNDALINI TANTRA REIKI, o indivíduo irá encontrar referências para conectar-se com os Seres dos Reinos Espirituais, Espíritos, Guias, Mestres Ascencionados, assim como a GEA = Mãe Terra, fonte da KUNDALINI.

ab24

É importante ressalvar que para a prática da KUNDALINI TANTRA REIKI,  não há necessidade de mudança de credo ou religião, pois ela foi trazida para a Terra para ajudar todos os seres vivos, de todas crenças.

ab3ab17

Todas as pessoas que praticam o Sistema KUNDDALII TANTRA REIKI  têm acesso aos Canais Energéticos para os MESTRES ASCENCIONADOSARCANJOS prepararem e facilitarem a subida da Energia  KUNDALINI, bem como para sua integração total à TEIA DA VIDA!

ab20

Bem amigos da TRILOGIA INCA, essa maravilhosa prática e Terapia Energética deve ser altamente difundida e utilizada sem qualquer receio, pois só pode trazer inúmeros benefícios aos que a ela recorrerem, beneficiando em última analise, toda a Humanidade!

ao11ab11

 

 

 

 

 

Boa tarde amigos da TRILOGIA INCA, hoje vamos falar de um tema muito discutido e também muito praticado pelos místicos de todos os tempos:  VIAGEM ASTRAL.

astral1

VIAGEM ASTRAL

A primeira pergunta a ser feita sobre a VIAGEM ASTRAL, antes de qualquer  outra seria: é perigosa?

astral6

Para responder tal questionamento é preciso ter uma noção do que seria uma VIAGEM ASTRAL, e como essa prática pode ser benéfica ou não ao ser humano, e quais seriam os riscos desta entrega ao invisível.

astral3

O princípio básico a ser tomado como ponto de partida é o sono: todos os animais têm um Corpo Físico e um Corpo Espiritual, e quando dormem seus Corpos Espirituais  deixam seus envólucros físicos permanecendo algumas horas no Plano Espiritual.

astral2

As explicações para estes fenômenos são variadas e vão desde o ceticismo até a crença no paranormal ou Espiritismo, mas são uníssonas ao afirmar que através do sono o corpo físico pode sofrer sensações que para os primeiros são entendidas como alucinações e para os demais como  projeção de consciência ou desdobramento.

astral17

Partindo dos estudos sobre  Projeciologiaque foi sistematizado po Aldo Vieira, a VIAGEM ASTRAL ocorre durante o sono e quando o metabolismo e as ondas cerebrais diminuem, os laços energéticos que seguram o Corpo Astral ao Corpo Físico se soltariam projetando a pessoa para fora do corpo humano. Durante esta projeção, o laço entre o Corpo Astral  e o Corpo Físico é mantido pelo chamado  “Cordão de Prata”. Este laço é somente rompido quando ocorre a morte biológica.

astral5

Entende este estudioso, que: “sair do corpo humano com lucidez, é a mais preciosa e prática fonte de esclarecimentos e informações prioritárias acerca dos mais importantes problemas da vida, elucidando-nos sobre quem somos, de onde viemos e para onde vamos”.

astral10

Para a concepção Espírita,  desdobramento é um processo de exteriorização do Perispírito do Corpo Físico, que permanecem sempre ligados por uma espécie de “Cordão Umbilical Fluídico”. Por ser análogo ao sono, é um estado de liberdade prispiritual, onde o indivíduo pode agir como um desencarnado, podendo se afastar do Corpo Físico.

astral15

Existem três tipos de Desdobramento: 1.- inconsciente = quando a pessoa ao retornar ao Corpo Físico, não se recordar de nada;

2.- semiconsciente = quando o indivíduo tem vaga lembrança ao retornar ao Corpo Físico;

3.- consciente = quando a pessoa lembra com clareza o ocorrido durante sua experiência, ao retornar ao Copo Físico.

Desdobramento ainda pode ser parcial, que ocorre quando o Perispírito  não deixa o Corpo Físico totalmente, e o indivíduo tem as faculdades psíquicas muito ampliadas.

Desdobramento é total quando o Perispírito deixa o Corpo Físico  totalmente. Também pode ser chamado de “emancipação da Alma”.

Outro questionamento a respeito da VIAGEM ASTRAL seria o risco de encontrar Espíritos Obsessores que impactariam essa jornada etérica, trazendo um risco ao viajante.  Mas o que deve estar sempre presente  para quem se aventurar consciente ou inconscientemente nessa aventura, é que uma Aura Pura vai sempre atrair Bons Espíritos, afastando todos os demais seres trevosos que possam existir no Baixo Astral.

astral9

Quanto à possibilidade de ter o Corpo Físico invadido por Espíritos Obsessores, o que deve também ser sempre uma constante no entendimento desses processos é que, embora estando com sua consciência afastada do seu corpo, o indivíduo jamais perderá contato com o mesmo, através do “Cordão de Prata”.

astral16

Qualquer coisa que aconteça com o Corpo Físico da pessoa em VIAGEM ASTRAL, faz com que imediatamente ela seja tragada de volta ao seu corpo! Isto vale tanto para uma presença próxima ao Corpo Físico, como para  o barulho do vento na janela.

astral12

Pode-se concluir que é um sistema de segurança do Corpo Físico criado pela evolução, para sua proteção contra o ataque de possíveis predadores, enquanto o Corpo Espiritual se encontra afastado, em uma VIAGEM ASTRAL.

astral11

Por último, a pergunta que sempre ocorre: pode o indivíduo morrer enquanto estiver em VIAGEM ASTRAL? O que tem que ser esclarecido é que a morte pode ocorrer em qualquer situação: dormindo, tomando banho, regando o jardim, indo para o trabalho, pois a morte não é um privilégio dos VIAJANTES ASTRAIS. Mas estatísticamente é sabido que a morte ocorre muito mas em vigília que durante o sono!

astral13

Durmam tranquilos amigos da TRILOGIA INCA, que a VIAGEM ASTRAL é uma das mais eletrizantes e mágicas experiências que o ser humano pode desfrutar!

astral4astral7

 

 

 

 

 

 

 

VIAGEM ASTRAL

ANÚBIS – O DEUS EGÍPCIO COM CABEÇA DE CHACAL

Boa tarde amigos da TRIOGIA INCA, hoje vamos dar um mergulho nas tradições e religiosidade dos Egípcios, principalmente no que se referia ao preparo do corpo para a grande viagem e sua recepção por ANÚBIS – o Deus da Morte.

a'13a'4

ANÚBIS 

Também conhecido como ANUPO pelos Gregos, era o Deus Egípcio dos Mortos e Moribundos, era sempre representado com uma cabeça de Chacal. A menção mais antiga à ANÚBIS está nos Textos das Pirâmides do Império Antigo, sendo sempre associado com o enterro do Faraó.

a'18

ANÚBIS era o Deus dos Mortos, da Mumificação e do Submundo e também o Guardião dos Túmulos Juiz dos Mortos, e na crença dosEgípcios, se um corpo não era devidamente preparado e mumificado conforme as indicações usuais, seria então devorado pelo Deus Chacal. O ritual de embalsamamento é creditado à  ANÚBIS, bem como sempre foi associado à mumificação, pois os seguidores da antiga religíão Egípcia, acreditavam que o Deus Chacal presidia as seções preparação dos corpos por ser o detentor e guardião de tais técnicas.

a'10

ANÚBIS era filho de OSÍRIS e NÉFTIS, tendo sido criado por ÍSIS, de quem foi acompanhante e guardião. Estava destinado a guardar os Deuses, da mesma forma que os cães guardam os homens.

a'21

ANÚBIS era representado por um Chacal deitado ou ainda por um Homem com Cabeça de Chacal, sendo considerado o Embalsamador Divino e o responsável pelo Julgamento dos Mortos no além-túmulo.

a'17a'1

No ritual do julgamento ANÚBIS introduzia o defunto, que usava uma veste de linho, em uma grande sala onde estavam presentes todos os Deuses, que eram saudados pelo morto. Neste momento, o defunto fazia uma grande declaração em sua defesa, alegando ter vivido dentro dos padrões de retidão e caráter.

a'7

No momento da declaração do morto, ANÚBIS ajoelhava-se diante de uma grande balança colocada no meio do salão e ajustava o fiel com uma as mãos, ao mesmo tempo em que segurava o prato direito com a outra. O coração do finado era colocado num dos pratos e no outro, uma Pena que era o símbolo da Deusa MAAT, Deusa da Verdade, esposa de ANÚBIS. O coração humano era considerado pelos Egípcios como a sede da consciência.

a'5

Neste momento, se a balança perdesse o equilíbrio, e o coração do morto pesasse mais que a Pena da Deusa MAAT, o terrível Monstro AMMUT, o devorador dos mortos, cujo corpo era compsto por partes híbridas de leão, hipopótamo e crocodilo, o comeria.

a'19

Caso o coração do defunto tivesse o mesmo peso da Pena da Deusa Maat, este seria bem-vindo ao além-túmulo, e se houvesse um desvio leve na balança, a alma poderia voltar ao corpo para uma nova vida.

a'15

O papel funerário de ANÚBIS era muito importante para os Egípcios, que acreditavam que o coração do morto era entregue ao Deus Chacal, que realizava todo o cerimonial acima descrito, pesando o órgão na balança, juntamente com a Pena da Deusa MAAT.

a'11

A jornada final do defunto após esta cerimônia era atravessar com ANÚBIS o Rio Nilo para ir ao encontro de OSÍRIS, no mundo dos mortos, para viver a “vida depois da morte”.

a'3

As cidades dedicadas à ANÚBIS eram conhecidas pelo grande  número de múmias e também por cemitérios inteiros de cães.

a'22

Bem amigos da TRILOGIA INCA, eu sempre tive uma predileção especial pela religiosidade Egípcia, seu conteúdo e suas diretrizes. A crença no depois, na vida além do túmulo, legou ao mundo  moderno a base de todas as filosofias e crenças na continuidade da jornada interrompida pela morte física, em um plano energético, mas com as premissas plasmadas na alma imortal!

a'2a'23

INCUBUS E SUCCUBUS – PARCEIROS DEMONÍACOS

Boa tarde amigos da TRILOGIA INCA, hoje vamos falar sobre um assunto eletrizante, polêmico e que envolve possessão e sonhos: os INCUBUS e os  SUCCUBUS.

a,5

ÍNCUBO

Em latim INCUBUS, de incubare”, é um demônio na forma masculina que se encontra com mulheres durante o sono, a fim de ter relação sexual com elas. Neste encontro de sexo, o ÍNCUBO drena a energia feminina para com ela se alimentar, deixando a mulher viva, na maioria das vezes, mas muito fragilizada.

a,6

A palavra em latim significa que alguém está em cima de outra pessoa: INCUBO = sobre. O ÍNCUBO aparece geralmente durante os sonhos em que a vítima, ou a mulher, está sentindo prazer e, neste momento, toma a forma mais atraente possível,  e com seu magnetismo, suga toda a energia sexual da parceira. Por estar completamente indefesa a mulher oferece involuntariamente sua energia, inconscientemente, para retribuir o prazer dos momentos vivenciados. Ao acordar está totalmente prostrada, fragilizada, cansada, exaurida, e, na maioria dos casos, não se recorda absolutamente de nada.

a,3

SÚCUBO

Em latim SUCCUBUS, de “succubare”,  é um demônio com aparência feminina que invade o sonho dos homens com o objetivo de manter uma relação sexual com eles e lhes roubar a energia vital. Neste ato o SÚCUBO se alimenta da energia sexual dos homens coletando seu esperma para engravidar a si mesmo, ou a outros de sua espécie, assumindo a forma e a aparência do desejo sexual do parceiro humano.

a,7

De acordo com a Mitologia, são seres que podem viver aproximadamente 750 anos, e estão associados a casos de doenças e dramas psicológicos de origem sexual, eis que após os ataques iflingiam às vítimas pesadelos, seguidos de poluções noturnas.

a,13

De acordo com o Malleus Maleficarum = Código Penal das Bruxas,  os  SÚCUBOS recolhem o sêmem dos homens com os quais mantém relações sexuais, para que um ÍNCUBO posteriormente possa engravidar mulheres.  Estes demônios assumem a forma de lindas e sensuais mulheres, e seduzem especialmente os monges, sustentando-se com a energia sexual dos homens, que levam à exaustão e até à morte.

a,9a,17

O fato de que os demônios não podem se reproduzir normalmente é amparado nesta forma inusitada de reprodução, eis que o ÍNCUBO poderia engravidar uma mulher utilizando o sêmem obtido no ataque do SÚCUBO à um homem.

a,12

Para melhor utilizarem o ato sexual como forma de alimento, estes demônios  assumem uma aparência extravagante, de rara beleza: os SÚCUBOS como mulheres de grandes seios, às vezes com asas de morcego e xifres; outras vezes como mulheres lindíssimas, povoando os sonhos dos homens que, não conseguem tirar sua imagem da mente, podendo chegar às raias de uma paixão avassaladora; os ÍNCUBOS assumem a forma de machos sedutores, podendo também possuir as características demoníacas, mas nada disso perturba suas vítimas que já se encontram subjugadas pelo poder da sedução sexual que eles exercem.

a,4

Estes demônios eram facilmente reconhecidos na Idade Média onde se praticava exorcismos específicos para o banimento destes seres maléficos, e a conseqüente libertação das vítimas dos ÍNCUBOS e SÚCUBOS.

A criança supostamente nascida dessas relações de humanos com os ÍNCUBOS  SÚCUBOS, teria qualidades sobrenaturais, que são reconhecidas nos grandes heróis e magos, como o Mago Merlin, que teria sido concebido numa relação desta natureza.

a,19

Os ÍNCUBOS não eram nomeados, mas os SÚCUBOS sim, e foram expressamente mencionados e associados com vários atributos de Lilith, a antiga mulher-demônio, a imagem mítica do “SUCCUBUS-INCUBUS”, que no final do século XX, foi elevada ao posto de deusa em algumas seitas de bruxaria moderna.

a,11a,20

Existem alguns rituais para se convocar um ÍNCUBO ou SÚCUBO a manifertar-se, mas as obsessões sexuais não satisfeitas, excessos e morbidez perversas podem facilmente desencadear o fenômeno desses demônios.

Há que ser ressaltado que essas evocações devem ser efetivadas por pessoas capazes de salvaguardar a si mesmas, pois é uma prática deveras perigosa para os iniciantes. Há uma grande diferença entre a formulação de um encontro com uma entidade demoníaca e convidar um ÍNCUBO  ou um SÚCUBO para possuí-lo. Pode-se identificar a primeira opção como uma operação litúrgica do Caminho da Mão Esquerda, e a segunda opção, como um desejo sexual auto-destrutivo.

a,16

Nos tempos modernos, essa procura insana pelo parceiro sexual demoníaco pode ser o sinônimo de uma elocubração doentia da sexualidade, e o que torna tudo muito pior, a incapacidade de encontrar um parceiro humano real e adequado.

a,1

À luz da Doutrina Espírita, e de acordo com a classificação de Martins Peralva, estudioso do Espiritismo, bem como a classificação de Allan Kardec, os sonhos do indivíduo podem ser divididos em 3 categorias: Comuns = que são a continuidade da disposição física ou psicológica da pessoa, como dormir com fome e sonhar com comida; Reflexivos =  que são retalhos de lembranças da pessoaEspíritas = que são atividades da pessoa durante o sono.

a,21a,22

Então o que se deduz é que durante o sono o comportamento da pessoa difere de quando acordada, pois não existe o chamado da matéria a recordar os compromissos, as obrigações, os deveres e valores morais determinados pela sociedade.

a,18

Segundo André Luiz, 3 a cada 4 pessoas buscam prazeres em zonas inferiores durante o sono, e os relatos medievais sobre os humanos que praticavam sexo com os ÍNCUBOS SÚCUBOS, podem significar que eles estavam se relacionando não com demônios, mas sim com espíritos inferiores, ainda viciados em sexo, ou vampirizadores de energias.

a,14

Outra constatação segundo a Doutrina Espírita, é que o ser humano só pode ser influenciado por Espíritos com quem tenha afinidade, o que vale tanto para encarnados como para desencarnados. A obsessão é muitas vezes provocada pelo próprio obsediado, por não vigiar pensamentos e até por convidar imprudentemente, o espírito obsessor, que apesar de desencarnado, assedia o encarnado em busca de prazeres, que possam aplacar seus desejos destrutivos e desenfreados.

a,2

Quando se instala uma rotina e os sonhos eróticos se tornam freqüentes, pode haver  um  violento enfraquecimento físico e psíquico, que vai redundar em um círculo vicioso do qual é difícil sair. E é certo que muitas pessoas desconhecem a existência destes processos, que podem causar sérios comprometimentos.

O que se deve ter sempre em mente é que sempre o ser humano será o Espírito Imortal, e que a máxima “orai e vigiai” deve ser uma constante na vida de cada um!

a.11

Bem amigos da TRILOGIA INCA, o que podemos acrescentar é que dentro da existência humana sempre existirá a linha tênue que separa o BEM e o MAL, e diversas são as maneiras que ambos se nos apresentam, cabendo a nós estas escolhas e suas consequências! Esta é a magia do existir!

a,10