ANNA PRADO – MÉDIUM DE EFEITOS FÍSICOS

Bom dia amigos da TRILOGIA INCA, hoje vamos falar de uma das mais impressionantes formas de MEDIUNIDADE, que estarrece e emociona, ao mesmo tempo, o espectador de tais Fenômenos Mediúnicos: o MÉDIUM DE EFEITOS FÍSICOS.

a.4

ANNA PRADO

Seu nome de batismo era  ANNA REBELLO PRADO, e nasceu em Paritins, Ilha Fluvial do Estado do Amazonas, nos idos de 1883.

a.18

A família de ANNA PRADO era fundamentalmente Espírita, e seus tios maternos Emiliano e Jovita eram difusores da Doutrina Espírita, o que seguramente fez com que ANNA tivesse sólida e esmerada formação moral e espiritual, apesar de ter sido criada dentro da Religião Católica.

a.1

Sem maiores registros sobre a infância de ANNA, o seu casamento é documentado na data de 9 de Junho de 1901, com o cearense Eurípedes de Albuquerque Prado, comerciante e jornalista, que foi Superintendente Municipal de  Paritins. Abraçou a Doutrina Espírita e tornou-se um devoto adepto das atividades relacionadas com o Espiritismo.

O casal mudou-se posteriormente para a Capital do Pará, com seus quatro filhos: Eurídice, Erastósthenes, Antonina Dinamérico, onde começaram a realizar as experiências com as Mesas Girantes.

a.6

Os primeiros fenômenos de que se tem registro ocorreram em torno da Mesa, que segundo consta, apresentou estalos e fortes abalos. Posteriormente ocorreram arrremessos de objetos ao chão e o teletransporte de uma flor do jardim para cima da mesa da casa.

a.14

As materializações ocorriam primeiramente na total obscuridade, sendo somente perceptíveis através do tato. Gradativamente começaram a aparecer sob a luz muito branda, materializações de partes do corpo humano, como braços, pernas, mãos, até totalizarem vultos completos, que foram reconhecidos pelos parentes de ANNA PRADO e seu marido Eurípedes.

a.13a.16

ANNA PRADO tornou-se conhecida mundialmente por sua capacidade Mediúnica, tornando-se alvo de toda a sorte de preconceitos da época, sendo acusada publicamente de farsante.

Para provar a veracidade de suas manifestações, ANNA PRADO foi literalmente enjaulada em uma gaiola de fero, durante seu transe Mediúnico, tendo sido então fartamente documentados os fenômenos que provocava: tiptologia, raps, levitação de objetos, escrita direta, sonambulismo, transporte, desdobramento, desmaterialização, aparecimento de luzes Espirituais., psicofonia, audiência.

a.5

ANNA PRADO, visitava familiares em seus processos de sonambulismo, revelando fatos e ansiedades por eles vividas, que foram fartamente registradas em cartas escritas pelos próprios membros da família por ela visitados.

a.3

Com relação às materializações de Espíritos, elas poderiam ocorrer com a presença de mais de um, como foi registrado quando foi operada de um abcesso na boca, em transe  Mediúnico, pelo Espírito materializado de um médico.

a.9

Uma aparição que foi muito difundida, ocorreu e 1922, no dia 27 de Outubro, e consistiu na materialização do Espírito Maria Alva, que trazia uma écharpe, que foi trasnformada na presença de todos, primeiro em cesta de frutas, e depois em bandeja repleta de flores.

a.19

Espírito Orientador de ANNA PRADO era seu tio materno, Felismino Olympio de Carvalho Prado, já desencarnado, cujo fenômeno das flores secas, muito difundido na época, consistiu no seguinte; em 25 de Janeiro de 1920, o Coronel Simplicio Costa, que participava das reuniões, entregou ao Espírito João, quando materializado, algumas flores, que foram devolvidas ao Coronel, quatorze meses depois, em outra Sessão Mediúnica, totalmente secas.

a.15

Outras demonstrações da grandeza da MÉDIUM ANNA PRADO, foi a psicografia cutânea realizada pelo Espírito João em seus braços, onde apareceram as palvras DEUS e João, tendo sido documentado na Revista Reformador,  da  Federação Espírita Brasileira – FEB, de 1/11/1921.

a.10

Outros Espíritos que se materializavam nos Trabalhos Mediúnicos de ANNA PRADO, como Annita, Rachel Figner e João, realizavam belíssimos trabalhos materializados em parafina, tais como flores, moldes de membros, etc, tudo fartamente documentado.

a.8

O Perispírito é um modelo exato do corpo, reproduzindo fielmente todos os seus detalhes, não sendo apenas como um desenho, mas a cópia fiel, exata anatomicamente falando.

Uma impressionante demonstração da veracidade dos fenômenos de ANNA PRADO, foi a germinação em uma única Sessão Mediúnica, de apenas 30 minutos de duração, de sementes de eucalipto, trazidas da cidade do Rio de Janeiro.

Seu trabalho como MÉDIUM DE EFEITOS FÍSICOS teve seu encerramento devido ao seu desencarne prematuro, ocorrido em 23 de Abril de 1923, depois de um acidente em sua casa com o fogão a ácool. Seu atestado de óbito deu como “causa mortis”, o colapso consecutivo devido a queimadura extensa de seu corpo, principalmente na região abdominal. Tinha apenas 39 anos.

a.20

Após mais de 3 décadas de sua morte, seu Espírito se manifesta atraves da Psicografia de FRANCISCO CÂNDICO XAVIER – XICO XAVIER em 24 de Janeiro de 1955, trazendo a maravilhosa mensagem intitulada “Observação Oportuna”, que foi publicada no livro “Instruções Psicofônicas”, do consagrado Médium.

a.12

ANNA PRADO foi inquestionavelmente uma grande MÉDIUM DE EFEITOS FÍSICOS, que contribuiu de forma inimaginável para o engrandecimento e divulgação da Doutrina Espírita, através de suas materializações!

Podemos acrescentar, amigos da TRILOGIA INCA, que todos os trabalhadores na seara Espiritual, como ANNA PRADO, tiveram uma vida repleta de doações e sacrifícios em prol da difusão da Doutrina Espírita, e embora atacados e questionados em seus trabalhos, hoje são considerados consolidadores desta mesma Doutrina!

a.11

Anúncios

AMOR & ÓDIO

Boa tarde amigos da TRILOGIA INCA, vamos hoje navegar por um mar que pode ser manso ou revolto, que pode ser prazeiroso como desgastante, o mar dos sentimentos onde nascem o AMOR e o ÓDIO.

A=5

AMOR E ÓDIO

Existem muitas especulações e ditados populares para definir os sentimentos de AMOR & ÓDIO, sentimentos esses muito próximos mas que não são opostos, que não são a antítese um do outro. Pode ocorrer que o ser humano trilhe o caminho do AMOR para o ÓDIO, mas tabém pode haver a caminhada do ÓDIO para o AMOR.

A=1

O indivíduo nasce e cresce acumulando contextos e emoções, trazendo para o seu hoje os vazios resultantes das relações afetivas de cunho parenteral, ou seja, com pai, mãe ou substitutos. O não entendimento desses buracos emocionais, gera uma dependência no ser humano, que tenta compensar esses abandonos afetivos, buscando inconscientemente, no eventual parceiro, um “curativo” para essas eternas “feridas não tratadas”.

A=3A=8

O sentimento de AMOR que nasce de um relacionamento nas condições acima descritas, não é gerado em situação promissora, pois um dos envolvidos traz consigo afetos não resolvidos e, ao menor deslize ou indiferença do parceiro, revive toda uma situação de carência e abando antigos, tornando-se um ferrenho cobrador de afeto, sem que seu companheiro ou companheira sequer entenda o motivo.

A=14

Neste ponto da relação que seria de AMOR, para brotar o desespero, o desentendimento e as frases duras que podem descambar para o ÓDIO, existe uma estreita ruela, que divide as emoções humanas.

A=6

Portanto, não pode ser dito que o AMOR é o contrário do ÓDIO, eis que ninguém ODEIA algo que não lhe seja importante, sendo que a indiferença é que é a ausência de AMOR. AMOR e o ÓDIO são duas faces da mesma moeda!

A=12

Estes dois sentimentos sempre despertaram o interesse da ciência através dos tempos, de seus membros e dos historiadores, que acumularam livros sobre os grandes acontecimentos da história da humanidade, envolvendo AMOR e ÓDIO.

A=11

O ÓDIO acompanha o ser humano desde os seus primórdiospois a capacidade de ODIAR alimenta-se dos medos mais atávicos e adota as mais variadas formas,  estando presente nas relações pessoais, nos maus-tratos infringidos às mulheres e crianças, nos genocídios e nas instigações ao terrorismo.

A=20

Alguns famosos cientistas como Charles Darwin Sigmund Freud definiram o ÓDIO em suas especulações científicas e psicológicas. Para Freud, ÓDIO seria um estado do Ego que busca a realização através da destruição do ser ODIADO. Para ele, o ser humano está marcado pelo institnto de morte (Tanatos), sendo o  ÓDIO um dos seus impulsos agressivos; e pelo instinto de vida (Eros), que ativa as pulsações sexuais e o instinto de sobrevivência.

A=2

Para Darwin, as raízes da espécie humana residem na vingança, derivada do ÓDIO,   e na defesa dos próprios interesses.

Erwin Staub, Psicólogo da Universidade do Massachusetts, define que o  ÓDIO pode ser potencializado por determinados fatores circunstanciais, que acabam por desencadear os genocídios, as chacinas e o terrorismo. Entende o Psicólogo, que a decisão de pertencer a um grupo faz ver as pessoas alheias como diferentes, antagônicas e potencialmente perigosas.

A=9

Robert J. Sternberg, Professor de Psicologia e Decano da Faculdade de Artes e Ciências da Tufts University, Medford-Massachusetts, em seu livro The Nature Of Hate, apresenta uma das teorias mais completas e atuais sobre o ÓDIO, que segundo seu entendimento, possui 3 componentes básicos: a negação de intimidade, a paixão e o compromisso.

A=10

Não é preciso deter-se e citar o que esses componentes do ÓDIO formataram  através dos séculos, mas em virtude do grande acúmulo de atrocidades que a humanidade assistiu ao longo do Século XX, pode-se deduzir, sem medo de errar, que este sentimento está cada vez mais estigmatizado. Há que ser posta  de lado esta nefasta e poderosa emoção, mas será que existe cura ou vacina contra o ÓDIO? Não há remédio a não ser no perdão! Essa é a opinião dos especialistas.

A=19

O Professor Semir Zek, Diretor de uma Equipe do Laboratório Wellcome de Neurobiologia da Universidade de Londres, descobriu que o mecanismo cerebral onde o sentimento do ÓDIO se encontra está na mesma região onde surge a chama do AMOR. Para a equipe de Neurobiólogos, ambos os sentimentos de  AMOR ÓDIO, produzem atividade em duas estruturas do subcórtex cerebral, o putâmen e a ínsula, que são igualmente ativadas nas duas situações.

A=7

Mas o estudo detectou também, uma diferença significativa: ao passo que no AMOR “se apagam” as zonas cerebrais associadas ao raciocínio e ao juízo, no ÓDIO isso não acontece. Enquanto o indivíduo APAIXONADO é apenas crítico em relação ao ser AMADO, a pessoa que ODEIA mostra-se calculista e tem o raciocínio pleno para vingar-se de todas as formas, de quem DETESTA.

A=13

Depois dessa visão técnico-científica da relação AMOR & ÓDIO, também é importante encarar a visão Espiritualista dos relacionamentos e dos motivos que levam as pessoas envolvidas a nutrir sentimentos tão fortes e tão divergentes.

A=18

Segundo a Teoria da Reencarnação, tema que já abordamos em outro Post aqui na TRILOGIA INCA, Espírito Imortal experimenta em sucessivas reencarnações,  as mais variadas nuances de AMOR ÓDIO, muitas vezes envolvendo os mesmos seres.

A=4

A cada reencarnação o indivíduo tem a oportunidade de se reajustar com antigos desafetos, tem a chance de transformar ÓDIOS seculares em AMOR. Pois só o AMOR não acaba nunca!

Na literatura Espírita se verifica exemplos variados de Espíritos que se degladiam através dos séculos, alternando as posições de vítima e carrasco, até que muitas vezes, reunidos sob o mesmo teto, tendo que se ajustar pelas circunstâncias impostas, aprendem a se AMAR, esquecendo o ÓDIO, e acabam por  valorizar os aspectos positivos um do outro.

A=17

É interessante observar que os sentimentos mais pesados, mais fortes que os seres humanos experimentam são dirigidos a pessoas que lhe são muito próximas, e que talvez gostariam de AMAR. São relacionamentos imersos no ÓDIO há muito tempo, onde o AMOR pode estar sufocado no meio do rancor, da mágoa, da sede de vingança!

A=21

Mas a esperança do ser encarnado nunca morre, pois mesmo assim o AMOR  existe, permanece latente, aguardando o momento mais adequado para desabrochar, vencendo as barreiras e aplacando as mágoas do passado.

ao12

Pode parecer irônico e até mesmo um paradoxo, mas talvez o ÓDIO seja necessário para o conhecimento pleno e real valorização do AMOR, pois desde que surge um elo entre dois indivíduos, este vínculo jamais será quebrado, eis que a indiferença não gera vínculos.

ao13

Essa relação entre dois seres pode se desenvolver e evoluir sempre no terreno fértil do  AMOR, ou pode degenerar em ÓDIO, que ironicamente, imperceptivelmente, tem a função de manter este vínculo entre as pessoas. E, em gradativo processo de tempo indeterminado, envolvendo talvez muitas reencarnações, ÓDIO vai sendo depurado, filtrado, desgastado, até se transformar em AMOR, a força motriz do Mundo!

A=15

Bem amigos da TRILOGIA INCA, eu sempre que posso trago o meu testemunho aos temas postados, e nesse momento posso aduzir que com meu próprio filho, muito amado e com quem tenho um relacionamento de parceria e cumplicidade, vivenciei ao longo de algumas encarnações, ÓDIO que nutríamos um pelo outro, a ponto de ser sua vítima em tempos longínquos no deserto Árabe, pela posse de uma grande manada de cavalos. Hoje como mãe e filho conseguimos alcançar e resgatar a plenitude do AMOR!

a]21

,

ARCANJO GABRIEL – RAIO BRANCO

Boa tarde amigos da TRILOGIA INCA, hoje voltamos a falar dos seres  ANGÉLICOS, para trazer para voces o ARCANJO GABRIEL, que anunciou os nascimentos de João Batista e do CRISTO SALVADOR.

A-A2

ARCANJO GABRIEL

GABRIEL em hebraico GAVRI’EL, ou GABRI-EL em aramaico, quer dizer Homem foiforte de DEUS”, foi o ANJO escolhido por DEUS para ser seu mensageiro, e aparece pela primeira vez numa menção da Bíblia Hebraica, no Livro de Daniel.

A-A12

Também é sabido com base nas Sagradas Escrituras, no Evangelho Segundo Lucas, que ao ARCANJO GABRIEL, conhecido como o “portador da boa nova”, foi confiada a missão mais alta possível: anunciar o nascimento do FILHO DE DEUS.  Quando GABRIEL apareceu a Zacarias para anunciar que o mesmo seria pai de João Batista, apresentou-se da seguinte maneira: “Eu sou GABRIEL, o que está na presença de DEUS”, (Lucas 1:19).

A-A14

Segundo o Evangelho de São Lucas 1:26-38: “Foi enviado por DEUS Anjo GABRIEL a uma cidade da Galiléia, a uma virgem chamada MARIA, e chegando junto a ela, disse-lhe: ‘Salve MARIA cheia de grança, o SENHOR está contigo’. Ela ficou confusa, mas disse-lhe o Anjo: “Não tenhais medo, MARIA, porque estais na graça do SENHOR. Conceberás um filho a quem porás o nome de JESUS.  ELE será filho do ALTÍSSIMO e seu Reino não terá fim'”.

A-A17

Na visão Esotérica, o ARCANJO GABRIEL serve no Quarto Raio, o Raio Branco,  que tem por finalidade precípua ocupar-se da construção de uma ponte sobre o abismo entre o intelecto exterior e o da divindade nata do homem. É o ARCANJO GABRIEL que traz “as boas novas”.

A-A13A-A16

Quarto Raio é o degrau da união da consciência externa do não ascencionado com DEUS. A história demonstra que o homem criado à imagem e semelhança de DEUS, muito se afastou de sua Origem Divina, porém o ARCANJO GABRIEL  conserva a concepção original da Perfeição – O Imaculado Plano – e está sempre disponível para dar o seu auxílio a todos que lhe procurarem.

A-A10

O ARCANJO GABRIEL é conhecido como o ARCANJO DA RESSURREIÇÃO,  cooperando com a Hierarquia Cósmica para trazer de volta a maestria à vida das consciências, eis que pertence à evolução de todo homem, mulher e criança, assim como foi determinado, em juramento, por seus espíritos.

A-A8

Sua mensagem sobre a concepção de Religião é perfeita, pois segundo o ARCANJO GABRIEL, …”Religião não é apenas o ato externo de uma cerimônia, mas uma questão da vida diária e de cada hora! … É o desdobramento  do amor e gratidão a DEUS, que vos deu a vida e vos mantém no Universo ha bilhões de anos”.

A-A4

Segundo as palavras do ARCANJO GABRIEL, seu trabalho no Quarto Raio, está em perfeita colaboração e sintonia com SERAPIS BEY, e seu poder consiste em harmonizar, purificar curar e restabelecer a ordem, em qualquer condição, por meio do pensamento.

A-A9

ARCANJO GABRIEL assim se expressou: “Com todo o Poder do meu coração eu carrego agora os vossos três corpos: emocional, etérico e físico, com o glorioso Poder da Chama da Ressurreição para inverter a corrente de energia dos vossos corações, que se encontram aprisionados nas oitavas mais baixas, que formam um campo magnético que vos atrai e prende à Terra. Deveis ser livres. Eu GABRIEL,  falo aos vossos corações. Deveis ser livres. Apelai à Chama DIVINA da Ressurreição: deixai tudo que estiver ‘morto’ em vós reviver: a luz Divina, a juventude Divina, a força vertical Divina, o ouvido Divino, a beleza Divina, o amor Divino! A envolvente natureza Divina vive em vós! Existe uma centelha em vossos corações; do contrário não poderíeis ter uma forma física. Nesta centelha encontra-se a Onipotência de DEUS e eu a alento com a Chama de Meu Espírito:  vós que estais dormindo vinde todos! Desenvolvei a maestria e sede divinamente livres!”

A-A7A-A15

Estas palavras foram retiradas do texto “A Hierarquia dos Iluminados – Os portadores da luz azul – Narcy C. Fontes.

Bem amigos da TRILOGIA INCA, espero que essas visões abrangentes sobre esse maravilhoso ARCANJO GABRIEL, possam trazer a boa nova a cada coração dos nossos amigos, naquilo que mais necessitarem, como seres criados à imagem e semelhança do PAI!

A-A1A-A11

 

AGUA DE FLORIDA

Boa noite amigos da TRILOGIA INCA, hoje vamos falar de uma garrafinha mágica que contém uma ÁGUA medicinalmuito usada nos rituais XAMÂNICOS, principalmente na região do Altiplano Andino: a ÁGUA DE FLORIDA.

A8

ÁGUA DE FLORIDA

É uma essência de mais de 200 anos de história, utilizada pela grande maioria dos XAMÃS Peruanos, que lhe atribuem especiais poderes para fazer trabalhos de limpeza áurica e afugentar espíritos maus.

A3

ÁGUA DE FLORIDA contém elementos que em sua natureza são muito utilizados nos trabalhos espirituais realizados por XAMÃS, Bruxos, Santeros e Servidores Espirituais, mas também tem muitas outras utilidades comprovadas, além das energéticas.

A6

Este aroma refrescante e mágico da ÁGUA DE FLORIDA, permite liberar e alinhar a mente e o Espírito, sendo por isso muito utilizada para limpar e imantar ferramentas e materiais mágicos; para fazer amuletos e consagrar altares; para anular vibrações negativas em residências ou locais de trabalho.

A7

Em rituais mágicos e trabalhos Espirituais de limpeza a ÁGUA DE FLORIDA é utilizada para dominar e tranquilizar os Espíritos rebeldes. Se for utilizada juntamente com a  Cáscara Sagrada, é de grande ajuda para destruir malefícios e bruxarias de Espíritos negativos.

A2

As propriedades medicinais da ÁGUA DE FLORIDA vão desde a inalação do seu aroma embebido em um pano como complemento para diminuir as dores de cabeça e congestionamento que ocorrem nos resfriados, até ao relachamento muscular depois de uma rotina de exercícios físicos.

A9

Os viajantes peruanos costumam borrifar suas malas com ÁGUA DE FLORIDA  para terem certeza de que farão uma excelente viagem, bem como terão seus equipamentos protegidos.

A1

Para usar a ÁGUA DE FLORIDA existem algumas maneiras a saber: pingar algumas gotas nas mãos e inalar o aroma passando pela cabeça e cabelos; pode ser usada como perfume corporal; com um borrifador pode ser espalhada para energizar e aromatizar ambientes; pode ser colocada em banhos de ervas para descarregar energias nocivas.

A5

Os XAMÃS AYAHUASQUEIROS usam a ÁGUA DE FLORIDA para baixar as “tonteiras” causadas pelo Chá AYAHUASCA, sobre o qual a TRILOGIA INCA já teve a oportunidade de postar. Também fazem um tipo de limpeza muito efetivo: o XAMàsegura um gole da ÁGUA DE FLORIDA na sua boca e espirra no corpo do paciente, limpando-o de todas as energias negativas.

A4

A origem da ÁGUA DE FLORIDA é no Peru, e seu aroma floral é muito atraente, composto por notas cítricas e ervas, juntamente com especiarias e nuances florais.

Bem amigos da TRILOGIA INCA, como sempre eu gosto de dar o meu testemunho sobre os assuntos postados. Eu sempre tenho comigo a ÁGUA DE FLORIDA; a cada vez que que vou ao Peru faço um estoque e trago encomendas para meus amigos Esotéricos. Ela é realmente impressionante, eu a utilizo todos os dias como limpeza de ambiente e a uso em mim mesma, para energizar! Vamos conhecer o Peru e a ÁGUA DE FLORIDA?

A10

ARCANJO RAFAEL – RAIO VERDE

Boa tarde amigos da TRILOGIA INCA, hoje vamos conhecer um pouquinho mais sobre o ARCANJO RAFAEL, o ARCANJO da Cura e da Dedicação, pois foi o único dos Sete ARCANJOS que fazem parte do círculo mais próximo do SENHOR,  que segundo as Escrituras, assumiu a forma humana  e viveu entre os homens por alguns meses.

a01

ARCANJO RAFAEL

O nome RAFAEL vem do hebraico RAFA, sinônimo de cura, e EL, que significa  DEUS. “Cura de DEUS” ou “Curador DIVINO”. 

a011

ARCANJO RAFAEL é o chefe dos Anjos da Guarda, e é considerado o Anjo da Providência, que vela por toda a humanidade. Ele cura todos os ferimentos da alma e do corpo e defende igualmente todos os homens, não importando a raça ou classe social, perante DEUS.

a05

ARCANJO RAFAEL, é portador da virtude da cura, do dom da transmutação, da beleza curativa que é a sua função no mundo. Ele conduz a humanidade ensinando aos homens o caminho da defesa contra os males físicos e espirituais que porventura possam lhes ameaçar.

a014

Sua misericórdia é tamanha, que se tornou padroeiro dos Sacerdotes e dos Médicos, mas também acolhe em sua proteção os viajantes, soldados e escoteiros. Dirige também sua misericórdia e virtudes espirituais aos hospitais e lares onde esses dons sejam necessários.

a09

Nas Sagradas Escrituras, ARCANJO RAFAEL é apresentado no Livro de Tobias, no qual se operam duas curas significativas através de sua intercessão, quais sejam a restauração de duas pessoas, uma em sua dimensão física e outra e sua dimensão espiritual.

a06

Na visão Esotérica, o ARCANJO RAFAEL dedicou uma parte de sua vida ao serviço de irradiações para curar, nos gloriosos Templos de Luz dos planos mais elevados da Perfeição DIVINA, onde ele vive. Seus raios de cura não são dirigidos somente aos seres vivos, mas também a qualquer necessitada vida do astral, e aos planos psíquicos que envolvem a Terra.

a013

O ARCANJO RAFAEL extrai a sagrada essência do nosso sol Hélios Vesta, os quais criaram o planeta Terra, e é encarregado das Escolas de Treinamento para as suas Legiões de Anjos, que aprendem como atrair de DEUS as forças de cura  sustentado-as em si, até que possam enviá-las aos suplicantes do mundo, aos que necessitam delas. Quando já estão aptos a sustentar e manter as essências de curas, são enviados à Terra para aplacar as situações aflitivas e alcançar a cura aos necessitados.

a03

Plano Divino destinado à Terra e ao seu povo pode ser explicado da seguinte maneira: as Legiões de Anjos, o reino dos homens de DEUS e o reino dos  Elementais deverão servir juntos em harmonia e criar sobre a Terra a perfeição do Reino de DEUS.

a04

O ARCANJO RAFAEL também protege a todos os que se dedicam à missão de servir a DEUS e ao homem, sejam eles emanações ou personificações, e a todos envia também seus Anjos  para envolverem com seus sentimentos de fé, amor, constância, sabedoria e tudo o que possa ser desejado de bom e útil, para que permaneçam fiéis às suas escolhidas funções.

a012

ARCANJO RAFAEL é o complemento divino da Mãe de JESUS, a Bem-Amada MARIA, que além de Seus infindáveis trabalhos em prol da humanidade, é a Dirigente Suprema da Atividade de Cura no planeta Terra.

a02

Chama Verde e o Raio de suas atividades, é o mesmo do Mestre Ascensionado HILARION, e todos os Médicos, Enfermeiros, Sacerdotes, Irmãs de Caridade, Irmandades, Rabinos e cada aluno iniciado no serviço da vida, estão particularmente sob a proteção e bênçãos do ARCANJO RAFAEL.

a010

Para a conexão com a energia maravilhosa do ARCANJO RAFAEL e a  visualização da descida da Luz do Coração do Universo que anima cada um dos corpos internos do nosso ser, vamos dedicar agora, amigos da TRILOGIA INCA,  um momento para termos a consciência de sua mensagem, que diz:

a015

1.- Vosso Espírito e vosso Corpo possam receber a IDÉIA DIVINA DO PAI;

2.- Vossos Sentimentos ajudem a irradiar somente a bondade e coisas edificantes;

3.- Vosso Corpo Etérico seja um esmerado esboço;

4.- Vosso Invólucro de carne concretize saúde e harmonia;

5.- Vossos Olhos, através do PRÓPRIO-DEUS, somente vejam a perfeição e que aceitem toda oportunidade e possibilidade de abençoar a vida;

6.- Vossos Ouvidos somente percebam  a harmonia da Luz Interior, Voz do MESTRE e o pedido de auxílio de vossos semelhantes;

7.- Vossos Lábios somente pronunciem palavras celestiais de esperança, de fé e de confiança na consciência dos humanos;

8.- Vossas Mãos sejam usadas para curar;

9.- Vossos Pés sigam o caminho apontado por DEUS, que tudo envolve;

10.- Vosso Coração seja uma taça do Fogo Sagrado e que todo vosso ser se dedique a serviço de DEUS.

ESTE É O MEU SERVIÇO À VIDA!

a08

Bem amigos da TRILOGIA INCA, eu só posso dizer a vocês que o ARCANJO RAFAEL é o meu ARCANJO, e eu carinhosamente o chamo de “RAFA”, pois tenho sempre ao alcance das minhas orações a força e a sabedoria que me são alcançadas por este amado Emissário de DEUS!

a07a017

SANTA MARIA MADALENA E O SANTO GRAAL

Boa noite amigos da TRILOGIA INCA, hoje vamos falar de uma SANTA que muito expressou sobre amor incondicional e gerou muitas especulações sobre sua posição na vida de CRISTO e na história da humanidade: MARIA MADALENA.

a]20

MARIA MADALENA

Pode ser afirmado que nenhum personagem histórico sofreu tamanho peso de moralismos e definições machistas, oriundas de uma sociedade patriarcal, como MARIA MADALENA.

a]15

Tida como prostituta erroneamente, depois passou a representar o símbolo do feminino, na sua concepção negativa, em oposição à VIRGEM MARIA, concebida sem o Pecado Original.

a]25

Esta visão arcaica maculou profundamente o psiquismo da mulher, criando um impasse em sua sexualidade, originando toda uma trajetória de repressão e culpa, em milênios de preconceitos que forjaram acusações, malidicências, perseguições, violência de toda a espécie, em nome da Religião.

a]24

Sempre a história de MARIA MADALENA despertou curiosidade e a vontade mais pura de desvendar a realidade dos fatos, como que um verdadeiro resgate do inconsciente do Cristianismo, para eclodir os fragmentos de uma memória massacrada pelos primeiros Patriarcas da Igreja.

a]14

A noção de pecado trouxe a necessidade de ser exorcizado o sexo, como o grande vilão que macularia o Espírito. Sendo a mulher a fonte máxima do pecado, é natural que a visão da Igreja traduzida pelos Evangelhos, enxergasse em MARIA MADALENA o protótipo da sedução, eis que por ser uma pessoa apaixonada e se entregar de corpo  alma a tudo que fazia, ia de encontro com os padrões da época.

a]23

A devoção incondicional de MARIA MADALENA JESUS despertou o ciúme dos  Apóstolos, pois foi a primeira a ter a visão do MESTRE RESSUCITADO, eis que tinha a possibilidade de expandir a consciência. Isso a tornou a companheira inseparável de JESUS, de MARIA, sua mãe, e dos demais Discípulos, mesmo após SUA morte e ressureição.

a]17

O que é noticiado, é que os primeiros Padres da Igreja chegaram a um consenso de excluir das Sagradas Escrituras, o registro de uma vida, porque se tratava de uma mulher que tinha manifesta a sua sensualidade, juntamente com sua Espiritualidade  à flor da pele. Ignoravam que a aquela era a forma do feminino vivenciar toda a dimensão Espiritual: corpo e alma juntos.

a]31

Quando os 4 Evangelhos foram selecionados dentre centenas de outros também escritos, o que ocorreu em torno do ano 200 d.C., foi determinada a distinção entre os Evangelhos Oficiais e os Evangelhos Apócrifos, que eram os que não estavam em concordância com as diretrizes do Cristianismo que surgia.

a]36

Há que ser mencionado, também, um texto escrito em 150 d.C., que desde 1896 se encontra no Museu Nacional de Berlim, e foi encontrado em um Antiquário na cidade Egípcia de Achmin. Este texto foi escrito na língua coopta e grega, e relata fatos da vida de JESUS, contados por uma mulher chamada MARIA DE MÁGDALA. 

a]26

Estes escritos foram traduzidos como o Evangelho de MARIA MADALENA, que juntamente com os outros 4 Evangelhos da Igreja Católica, formam o acervo dos textos fundadores do Cristianismo.

a]32

O que se depreende de tudo isso é que o resgate de MARIA MADALENA, através de seus textos, demonstra que a mulher que foi escondida e negada por tanto tempo, seria o caminho mais humanizado e feminino da reconexão com o DIVINO.  Ou simplesmente talvez porque MARIA MADALENA teria sido uma mulher que desejou ardentemente, na plenitude de seus sentidos, o homem e a DEUS!

a]29a]30

A partir destes relatos, o caminho a ser seguido seria perguntar o que é o SANTO GRAAL? Onde se encontra esse Cálice que teria sido usado por JESUS na Última Ceia? Ou talvez a pergunta correta seria quem é o SANTO GRAAL?

a]22

A história indica que a mulher conhecida como a prostituta que JESUS salvou do apedrejamento, de nome MARIA MADALENA, não era na realidade nada do que foi sustentado intencionalmente nos textos bíblicos, mas sim de que ela era além de seguidora do MESTRE JESUS, sua companheira: esposa! Reza a “lenda” que ELES tiveram uma filha e que a linhagem sagrada de JESUS CRISTO  continua viva até hoje, em qualquer canto do mundo.

a]16

No quadro de Leonardo da Vinci, intitulado A Última Ceia, o homem sentado à direita ao lado de JESUS – pelas proporções do quadro – seria uma mulher:  MARIA MADALENA!

a]6

O curioso de tudo isso, é que Leonardo da Vinci, que nasceu 1500 anos depois de JESUS, foi Grão-Mestre do Priorado de Sião, uma sociedade secreta que existe desde 1099, e foi criada com a finalidade precípua de manter o segredo sobre o SANTO GRAAL e sua localização.

a]11a]2

Outra constatação de que MARIA MADALENA seria de fato o SANTO GRAAL  ocorre ao se analisar as várias escritas que o nome do cálice possui. O mais usado naquela época para designar o GRAAL era a palavra em latim Sagreal; que também pode ser escrita como Sang Real. Então se tem a descrição do sangue real, do sangue supremo, o Sangue de MARIA MADALENA, a mulher de JESUS CRISTO.

a]8

Outra pergunta que deve ser feita: Por que a Igreja guarda nos Arquivos Secretos do Vaticano o Evangelho de MARIA MADALENA?

Outro dado interessante para fundamentar essa premissa sobre SANTA MARIA MADALENA ser a companheira de JESUS CRISTO é que ÊLE, como todo o rabino judeu, era casado, obrigatoriamente, e certamente sua esposa seria MARIA MADALENA. Naquela época, somente a esposa tinha o direito de requisitar o corpo do marido morto, o que foi feito por ela, como narra as Escrituras.

a]19

Segundo os fatos, quando JESUS morreu MARIA MADALENA estaria grávida, e foi levada por seu tio José de Arimatéia para a Gália, atual França, onde ela ficou escondida entre amigos judeus, dando a luz à uma menina de nome Sarah.

a]34

Desta forma, MARIA MADALENA se torna mãe da linhagem real de JESUS CRISTO. Seu ventre foi o receptáculo desta linhagem, ou, em outras palavras, ela se tornou o SANTO GRAAL, “SAN REAL”; “SANGUE REAL”!

a]33a]35

Apesar de todas as perseguições sofridas, o SANTO GRAAL está protegido e a salvo, provavelmente em seu local de origem, a França, antiga Gália. Isso tudo é corroborado pelo fato da SANTA MARIA MADALENA ser a Santa mais adorada na França.

a]12a]3

O Símbolo da Rosa está ligado à figura de MARIA MADALENA: “A Rosa Rugosa de Cinco Pétalas”, que está sempre esculpida e encravada em todo o Templo antigo, e faz referência ao Pentagrama Divino.

a]7

Bem, amigos da TRIOGIA INCA, eu acredito veementmente no que acima foi escrito, e creio que SANTA MARIA MADALENA não é apenas uma personagem do passado, meio mítica, meio histórica. Neste milênio, sua figura está mais presente do que nunca, pois as mulheres em todo o mundo buscam uma representação do divino feminino para orientar sua sexualidade.

a]13a]1

CAVALEIROS TEMPLÁRIOS

Boa tarde amigos da TRILOGIA INCA, hoje vamos voltar ao tempo das Cruzadas e falar de uma Ordem de CAVALEIROS, que ainda hoje é motivo de especulações por estar sempre envolta em mistério: os CAVALEIROS TEMPLÁRIOS.

a==6

CAVALEIROS TEMPLÁRIOS

Foram uma poderosa Ordem de Monges Guerreiros, fundada em Jerusalém em 1118 d.C., com o objetivo principal de dar proteção ao viajante Cristão que pretendia peregrinar à Terra Santa.

a==2

Duas décadas depois das Cruzadas Européias terem conquistado a cidade e masssacrado os seus habitantes muçulmados, um CAVALEIRO francês chamado Hugues de Payens e oito de seus companheiros ofereceram seus serviços ao Rei Cristão Balduíno II de Jerusalém e juraram defender a cidade contra todo e  qualquer inimigo.

a==3

Como quartel-general da Ordem, o Rei ofereceu uma ala da Mesquita Al Aqsa, um palácio supostamente construído sobre as ruínas do Templo do Rei Salomão. A partir dessa associação os TEMPLÁRIOS se tornaram conhecidos como Os Pobres CAVALEIROS de CRISTO e do Templo do Rei Salomão.

a==9

Os TEMPLÁRIOS receberam a sanção oficial da Igreja no Concílio de Troyes, em 1128 d.C., e as suas regras de conduta foram estabelecidas pelo seu patrono, o Abade Francês St. Bernard de Clairvaux.  

a==15

Hugues de Payens tornou-se, então o Primeiro Grão-Mestre da Ordem, visitando a Inglaterra em 1128  d. C., para angariar dinheiro e recrutas para os TEMPLÁRIOS, começando assim a grande história dos CAVALEIROS TEMPLÁRIOS Ingleses. Em 1130 d.C., Payens regressou à Palestina chefiando 300 CAVALEIROS TEMPLÁRIOS.

a==21

Nos dois séculos que se seguiram os TEMPLÁRIOS tornaram-se uma das organizações mais poderosas do mundo medieval. Seus guerreiros que usavam sobre suas armaduras mantos brancos, embelezados com uma Cruz Vermelha, ganharam reputação pela sua destreza com o manejo das armas, sua invencibilidade em combate, sua disciplina e tenacidade. A rígida organização não pagava resgate por soldado preso em combate, e o soldado considerado covarde teria que despir seu manto e comer no chão como os cachorros, durante 1 ano.

a==4

Segundo a Edição de 1911 da Enciclopédia Católica, aproximadamente mais de 20.000 CAVALEIROS TEMPLÁRIOS deram suas vidas em batalhas contra as forças muçulmanas ao longo do tempo em que a Ordem existiu.

a==14

Para ser admitido como CAVALEIRO TEMPLÁRIO, o jovem candidato teria de ser nobre de nascença, fazer voto de castidade, pobreza, piedade e obediência, além de abdicar de todos os seus bens materiais, entregando toda a sua riqueza à Ordem. Como soldados, os CAVALEIROS TEMPLÁRIOS, juravam nunca render-se ao inimigo, pois uma morte gloriosa no campo de batalha, lutando por DEUS,  contra as forças do Mal, assegurava que o CAVALEIRO ascenderia imediatamente  ao CÉU. Por tudo isso, eram soldados implacáveis,  temidos em combate pelos inimigos.

a==7

Os CAVALEIROS TEMPLÁRIOS em pouco tempo conseguiram o apoio da Santa Sé e das Monarquias da Europa. No final do Século XII, os TEMPLÁRIOS Ingleses  construíram seu quartel-general em Londres conhecido como Temple Church, ou Igreja Redonda, baseado na Igreja do Santo Sepulcro.

a==10

No ano de 1200 d.C., o Papa Inocêncio III emitiu uma Bula Papal em que declarava que todas as pessoas e bens no interior das casas dos CAVALEIROS TEMPLÁRIOS estavam imunes às leis locais. Como estavam isentos de impostos a partir desta declaração, acumularam muitas riquezas, e com isso, sustentaram por muito tempo as Guerras Santas até que em 1291 d.C., foram aniquilados pelas forças numericamente superiores do Islã.

a==12

Com essa derrota na Terra Santa, que pôs fim ao domínio Cristão, as pessoas na Europa começaram a duvidar se seria vontade de DEUS a existência e as lutas dos CAVALEIROS TEMPLÁRIOS. A riqueza e a isenção de impostos que a Ordem gozava, lhe trouxe grandes inimigos, o que acarretou na sua perdição.

Em Outubro de 1307 d.C., o Rei de França Felipe IV – o Justo, mandou prender simultaneamente todos os CAVALEIROS TEMPLÁRIOS que conseguiu encontrar no país, confiscando suas propriedades e bense acusando os membros da Ordem de uma gama de crimes que iam desde heresia até cuspir na Cruz.

a==18

Muitos CAVALEIROS TEMPLÁRIOS  foram presos e torturados, confessando crimes não cometidos pelo sofrimento imposto e, depois desta confissão arrancada à força, foram executados. Em 1314 d.C., os líderes TEMPLÁRIOS que restavam, como o Grão-Mestre Jacques de Molay, foram queimados vivos em frente à Catedral Nôtre Dame de Paris.

a==5

A conhecida Professia feita por Jacques de Molay, na qual o Rei Felipe IV e o Papa Clemente V morreriam no período de 1 ano, realmente ocorreu. Com a morte do Grão-Mestre dos CAVALEIROS TEMPLÁRIOS, encerrou-se o período de 200 anos de sua complexa existência, como conta a história formal.

a==19a==17

Alguns monarcas Europeus, não ficaram convencidos da culpa atribuída pelos franceses aos CAVALEIROS TEMPLÁRIOS. Muitos dos que foram presos na  Inglaterra foram julgados inocentes. Alguns fugiram para a Escócia e existe forte suposição de que lá teriam fundado a Maçonaria Escocesa. Alguns investigadores acreditam que os Maçons do final do Século XVII, eram os CAVALEIROS TEMPLÁRIOS com outro nome.

a==20

Existem algumas explicações para os famosos tesouros dos TEMPLÁRIOS, pois como a Ordem ocupou o Monte do Templo do Rei Salomão, em Jerusalém  durante um longo tempo, teriam os CAVALEIROS descoberto em escavações o SANTO GRAAL, ARCA DA ALIANÇA, e inclusive fragmentos da verdadeira CRUZ de CRISTO. Teriam então os CAVALEIROS TEMPLÁRIOS levado o SANTO GRAAL para a Escócia, e o teriam enterrado sob a Capela de Rosslyn, uma Igreja do Século XV, na Aldeia de Roslin, em Midlothian.

a==8

São muitos os indícios de que os TEMPLÁRIOS tiveram contato com algo muito secreto e de grande valor, talvez representado pelo SANTO GRAAL, seja como elementos da Última Ceia ou o registro de descendência do matrimônio entre  JESUS e Maria Madalena.

a==11

O que se pode realmente afirmar, é que os CAVALEIROS TEMPLÁRIOS exercem um fascínio tão poderoso sobre a imaginação popular que haverá sempre quem questione se os vestígios de sua existência e explendor seriam somente o que teria restado dessa famosa Ordem.

a==13

Bem amigos da TRILOGIA INCA, eu pessoalmente tenho certeza de que muito mais existe da herança dos CAVALEIROS TEMPLÁRIOS, e que sua existência hoje é muito mais forte do que outrora, mesmo que tenham sido necessários alguns ajustes para preservar sua sobrevivência, legados e sabedoria.

a==16a==1