AURA HUMANA – PARTE 2

Neste segundo momento, falaremos da convivência energética  das AURAS, de como elas se interpenetram sem afetar umas às outras e como são reflexos dos níveis de consciência.

aura imagem 1

– AURA: CONVIVÊNCIA ENERGÉTICA

Sendo a AURA manifestação, reflexo, emanação dos corpos sutis, podemos afirmar que ela é um sopro colorido emanado de um corpo sutil. São padrões vibratórios, cada um com sua sutileza, que se interpenetram.

Uma AURA não afeta a outra, mas refletem-se nas emanações umas das outras. Por exemplo: uma dor de cabeça vai afetar o CHAKRA, que irá afetar o perietérico, que irá refletir a dor emotiva na AURA ASTRAL, que irá também se refletir na  AURA MENTAL, mas em menor escala.

Há que se atentar para que não haja confusão de corpo etérico com AURA ETÉRICA, corpo astral com AURA ASTRAL, corpo mental com AURA MENTAL corpo causal com AURA CAUSAL. Cada corpo tem sua emanação energética oriunda dos corpos e está consciente da dimensão que sua evolução atingir.

É importante frisar que os corpos estão um dentro do outro, interpenetrados, como os planos dimensionais.

aura imagem 2

– NÍVEIS DE CONSCIÊNCIA:

Cada AURA é um reflexo de uma consciência especificada, sendo o espelho de uma consciência da alma ou espírito humano. Cada corpo é uma parcela do homem, que vive de acordo com sua evolução.

A maioria dos humanos vive o nível de sua consciência astral, vivendo pelas emoções, impulsos, não usando a reflexão em seus atos. Se compararmos seus atos, diríamos que o ser humano evolutivamente vive entre a infância e a adolescência. As manifestações mentais e causais no homem normal está no estado embrionário.

Com relação a maturidade física, em termos físicos, emocionais, mentais e intelectuais, podemos verificar que só é atingida aos 21 anos, devido ao fato de que um corpo sutil se forma a cada 7 anos. O corpo etérico astral se completa dos 7 até os 14 anos. Os outros corpos estão sob a forma de germes e vão se desenvolver conforme a vida que levará o ser humano.

Para maior esclarecimento, podemos dizer que o fragmento de uma rocha, um vegetal, insetos e animais, bem como todos os elementos básicos da natureza, tudo possui sua AURA. um sopro de energia é exalado por tudo que existe no universo.

Exemplificando, podemos verificar que a AURA de uma pedra é apenas etérica; a de um vegetal é etérica mais sutilizada; a dos animais irracionais começa a ser uma AURA astral conforme a espécie; a dos insetos, por exemplo é uma AURA coletiva, porque o espírito é coletivo, e as emanações, são vinculadas a um centro.

Um animal já é dotado da consciência de sua existência, da noção de pertencer a um grupo, mas é um saber instintivo que não lhe permite fazer abstrações.

Nos animais domésticos, mais próximos ao homem, o papel do ser humano é definitivo para ajudar na evolução, na criação de uma consciência, que se desenvolve através do carinho, do amor. Pode-se afirmar que o AMOR é a mola real para impulsionar a evolução de toda a criatura.

aura imagm 4

A leitura da AURA envolve um problema ético. A capacitação para esta leitura não pode ser considerada um poder, mas sim um mecanismo para servir e ajudar ao próximo. Esta leitura deve ser utilizada não para descobrir intimidades, mas para auxiliar o ser humano nas suas fraquezas e deficiências.

Se utilizada a Psicologia, esta pode servir para alertar os coléricos, nervosos, ansiosos, sobre uma conduta errônea e até inconsciente. Pode ser utilizada para diagnosticar doenças, ver bloqueios energéticos, parasitismos, perceber Larvas Astrais, mecanismos de doenças que penetram pelo astral e chegam até o etérico, penetrando no corpo físico.

Segundo várias fontes de pesquisa, podemos concluir que o corpo etérico é uma cópia fiel do corpo físico, então podemos visualizar da seguinte forma: para um coração físico, existe uma cópia de um coração etérico. Já nos outros corpos, esta cópia já não é aplicada em termos de cópia como entendemos, ocorrendo então, um aglomerado energético, ligado aos órgãos etéricos e físicos. Quando o corpo físico deixa de existir, o corpo astral recria automaticamente um corpo análogo idêntico, por uma questão de necessidade, essa reação é em cadeia e feita imediatamente após a morte.

Para finalizar essa 2ª parte do nosso post sobre AURA, esclarecemos que  não são os olhos físicos que percebem a AURA, mas o nervo ótico. As glândulas responsáveis são a pineal e pituitária.

aura imagem 5

Como sempre eu faço um comentário pessoal em cada trabalho que posto, e trago minha vivência para todas estas linhas. Como sabemos, nossas atitudes refletem e interagem com essa maravilhosa vestimenta de Luz que é a nossa AURA. As visualizações são tão mágicas e tão impactantes que muitas vezes se torna difícil disfarçar do indivíduo que está sendo analisado. No meu trabalho aplicando REIKI e CROMOTERAPIA, em uma Fundação na cidade de Belo Horizonte, por diversas vezes percebi esses invólucros de luz que sempre me orientaram o caminho a seguir na aplicação dessas terapias energéticas.

Portanto posso afirmar: nada brilha mais do que uma AURA de amor!

aura imagm 6

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s